Realidade e sugestões

Ah, Fluminense! Vamos lá…

No gol, Diego Cavalieri. Ok! 

Na lateral-direita, Lucas está morto. Coloca quem? Renato. Tira o tubo, pelo amor de Deus! Quer saber da maior? Manda tirar par ou ímpar e seja o que Deus quiser!

Na zaga, Reginaldo e Henrique. É a melhor dupla. E se um quebrar? Renato Chaves, Frazan e Nogueira estão à disposição. Fala sério, guerreiro! Junta os três não dá um. Essa é a real. Gum? Pode ser útil sentado no banco para puxar o famoso “Vamos lá” e dar uma força no vestiário.

E na lateral-esquerda? Léo? Léo o quê??? Léo Pelé. Putz… Manda outro nome aí, parceiro! Qual? Marlon! Dizem que joga muito, mas até agora… Que tal o Mascarenhas? Pode ser… Pelo que vimos dos três, parece ser o menos pior.

Pra fechar a entrada da área, vamos de quem? Pierre tá voltando? Nessas horas, um cincão porrador pode ajudar muito. Chega de Orejuela, né? Douglas até que tem dado o sangue, merece um crédito, mas o Wendel… Pra não dizer que sou xiita, gostaria de rever o garoto voltando a atuar como segundo volante, fazendo a excelente transição que ele fazia no início da temporada e com chegada surpresa lá na frente. Pode ser, Abelão? E o Richard? Até teve uma estreia razoável, mas não levo fé. Se entrar, espero que queime minha língua. Marlon Freitas e Mateus Norton, só em último caso.

Na criação, a coisa tá feia. Sornoza ainda longe do ideal, Gustavo Scarpa continua irregular… Mas quer saber da maior? Tem que bancar os dois até o final. São caras que podem decidir numa assistência decisiva ou bola parada. 

No ataque, Henrique Dourado é o cara, mas… Sem laterais, com os meias criando muito pouco e parceiros de ataque que não andam acrescentando em nada, o nosso Ceifador fica isolado lá na frente. Dá para ser feliz nessa situação?

Wellington Silva tá com problema no púbis. Uma pena! Ele inteiro era um dos que seguravam a equipe no primeiro semestre. É torcer para que o tratamento faça efeito logo e ele esteja 100% inteiro para encarar a reta final.

Peu? Só lá em Samorin. Lá ele é ídolo! Manda de volta para tentar evitar o rebaixamento lá no Eslovacão! Romarinho? Invenção do Abelão! Marcos Junior? Está nitidamente desmotivado e necessita respirar novos ares para o próprio bem dele. Com relação ao Pedro, fez o gol salvador contra a LDU, mas… Deixo essa pra vocês comentarem!

E o Robinho??? Bem, o Robinho foi contratado por pouco mais de R$ 7 milhões por uma diretoria que discursou o ano inteiro que não podia errar… Pela calamitosa situação financeira do clube, por todo esforço feito e, principalmente, pelo momento do Fluminense, o rapaz tem que entrar em campo destruindo. 

Sobre o Abel Braga, sou contra a demissão dele, mas tem que ser cobrado. Tudo bem que o elenco é limitado, não há laterais decentes, alguns dos principais jogadores estão em péssima fase, outros estão lesionados, a diretoria vendeu o melhor jogador da equipe, mas dá para escalar melhor, né? Que tal uma formação com Diego Cavalieri; lateral-direito no par ou ímpar, Henrique, Reginaldo e Mascarenhas; Pierre, Douglas (Wendel), Sornoza, Gustavo Scarpa e Robinho; Henrique Dourado? Faça o simples, Abelão. Não é difícil! 

No restante, galera, é cobrar uma gestão que tenha dignidade e humildade para salvar o Fluminense de um grande vexame. Não adianta se esconder nas costas do Abel Braga. A massa já percebeu e vou falar uma parada: pegou mal pra cacete! Uma promoção das fodas para os jogos contra o Avaí e São Paulo com venda antecipada antes do Fla-Flu, pode ser uma boa. R$ 30,00 inteira e R$ 15 meia para quem comprar o ingresso com a camisa do Fluminense no ponto de venda. Isso é o mínimo do mínimo a ser feito por quem tem a obrigação de cuidar do Fluminense. Imagino que haja um medo dos grandes de lotar o Maracanã, a equipe perder e a vaia ser a maior da história, mas não há como correr dessa dividida. Não se candidataram à presidência? Então aguentem a pressão. Aprendam de uma vez por todas: ISSO AQUI É FLUMINENSE!

Ah, esqueci! Cantar “A benção de João de Deus” com muita fé também está valendo.

Forte abraço e Saudações Tricolores 

Vinicius Toledo