É pelo Fluminense. E só!

É pelo Fluminense, E só! (Foto: Vinicius Toledo/Explosão Tricolor)

A semana se inicia com o torcedor tricolor fazendo a seguinte pergunta: “Será que o Fluminense conseguirá escapar do terrível Z-4”? Não dá para reclamar de falta de tempo para tentar reconstruir uma equipe que, apesar de estar descendo ladeira abaixo, teve seus bons momentos na temporada. 

O momento agora requer muita calma, equilíbrio e, principalmente, foco total para tirar o Fluminense do perigo. Tudo que a torcida tinha que falar, já foi falado com força na arquibancada, redes sociais e até em desembarque no aeroporto. Acredito que a diretoria já tenha a noção exata da sua imensa rejeição com o torcedor tricolor, que diga-se de passagem, parece ser a maior dos últimos tempos. Com toda sinceridade, não me lembro de ter visto algo semelhante ao longo da minha de torcedor do Fluminense.

Na próxima quinta, teremos um duro desafio contra o Flamengo. Em 2017, jogamos cinco vezes com eles e não vencemos nenhuma. Três empates, sendo que vencemos nos pênaltis em um deles e nos outros dois sofremos deixamos as vitórias escaparem nos minutos finais. Nas duas derrotas, uma falha grotesca do Renato Chaves e o apito acabaram decidindo para os rubro-negros. Resumindo, deixamos de ganhar, no mínimo, três destes duelos por causa de alguns detalhes. 

Não sei como o Abel Braga montará a equipe para o clássico de quinta, mas espero que ele barre algumas peças que não andam rendendo rigorosamente nada. Considerando os desfalques e a má fase de alguns jogadores, eu escalaria a equipe com a seguinte formação: Diego Cavalieri; Lucas, Gum, Reginaldo e Mascarenhas; Douglas, Wendel, Gustavo Scarpa, Sornoza e Robinho; Henrique Dourado. 

Vamos aguardar até quinta e torcer para que o Fluminense reencontre o caminho da vitória. A pressão foi feita por todos os lados e de forma totalmente legítima. Cobrar também é uma forma de apoiar!

Agora é lutar no campo e na arquibancada. A torcida também precisa jogar junto. Nas vitórias ou nas derrotas, o pensamento tem que ser esse até conseguirmos atingir a meta. É pelo Fluminense. E só!

Rapidinhas:

Sempre demorado… – Cadê a promoção de ingressos para os duelos contra o Avaí e São Paulo, presidente Pedro Abad?

Gustavo Scarpa – O camisa dez tricolor é o jogador que mais criou chances de gols no Campeonato Brasileiro. Além disso, é o vice-líder de assistências da competição. Outro dia, alguns leitores me cobraram por não criticar duramente o Gustavo Scarpa. Até concordo que em alguns momentos, o Scarpa passa a impressão de estar dormindo, mas convenhamos: vale mesmo a pena detoná-lo? Os números estão aí…

Wellington Silva – Tenho visto muitos torcedores xingando o nosso camisa onze. Com toda sinceridade, acho uma tremenda injustiça. Lesão no púbis é algo muito complicado. Temos mais é que torcer para que ele consiga ter boas condições para voltar a jogar em alto nível. Ele bem, o Fluminense ganha muito em todos os sentidos. 

As sete decisões – O Fluminense disputará 21 pontos contra Avaí, São Paulo, Bahia, Coritiba, Ponte Preta, Sport e Atlético-GO, sendo que os seis primeiros serão no Rio de Janeiro. Contra o Atlético-GO, a partida será disputada na última rodada, em Goiânia. Supondo que os goianos já estejam rebaixados até lá, dá para afirmar que teremos a obrigação de vencê-los. Precisaremos de 15/16 pontos. É possível. 

O que pintar é lucro… – Contra Flamengo, Chapecoense, Botafogo, Cruzeiro e Corinthians, qualquer ponto que pintar será lucro. Uma vitória e um empate, já ajudará bastante na matemática contra o rebaixamento. 

Forte abraço e Saudações Tricolores!

Vinicius Toledo 

Loja---02

Siga-nos no Twitter e curta nossa página no Facebook

INSCREVA-SE no nosso canal do YouTube e acompanhe os nossos programas!

SEJA PARCEIRO DO EXPLOSÃO TRICOLOR! – Entre em contato através do e-mail: explosao.tricolor@gmail.com