Abel Braga fala sobre opção por Romarinho, jejum contra o Fla, orgulho e muito mais. Confira a íntegra da entrevista coletiva




Confira a íntegra da entrevista coletiva concedida pelo treinador Abel Braga após a eliminação do Fluminense na Copa Sul-Americana:

OPÇÃO POR ROMARINHO

Abel Braga: Ontem o Wellington falou que não estava 100%. Sobre o Romarinho, ele vem treinando muito bem. O treinador faz a opção. Sornoza não estava bem também. Gostaria de ter mais opções no banco, Sul-Americana só pode sete. Era para prender a bola na frente, jogador rápido. Como poderia ser o Wellington, o intuito seria o mesmo. Vão dizer que perdemos por causa do Romarinho? Não, né? Poderia ser o Wellington. Cumpriu bem a sua função sem a bola. Taticamente cumpriu muito bem

MOTIVAÇÃO

Abel Braga: Tenho que levantar esses caras para sábado. Vou dizer para eles: vem a decepção, mas tem o orgulho. O favoritismo era deles, davam como mole, fácil. Mas eles sabiam que não seria fácil. Está faltando felicidade para gente um pouco. Atenção, concentração, foco.

PAPO COM O JUIZ

Abel Braga: Fui falar com o árbitro após o jogo e ele foi extremamente gentil. Eu disse que o bandeira atrapalhou a arbitragem dele. Fazemos marcação mista. Linha de quatro, com três jogadores marcando três: os dois zagueiros e o Arão. E foi gol dele de novo, outra vez em um Fla-Flu.

OITO JOGOS SEM VENCER O FLAMENGO EM 2017

Abel Braga: O que tem acontecido nos Fla-Flus… Toda vez empatam no final. Não tem muito o que explicar. Perdemos uma bola no primeiro gol. Perdemos no segundo que nem vi e me contaram depois. O terceiro uma falta que não foi, ainda mais pelo tipo de jogo. E quatro minutos de acréscimos. Seis substituições… Mais uma vez eles conseguiram empatar com a gente.

ABATIMENTO DO GRUPO

Abel Braga: Esse grupo tem muito respeito por essa camisa e por esse clube. Pela razão maior, a torcida. Eles são homens. Você não pode imaginar como ficou o vestiário. Queríamos dar essa alegria ao torcedor. Perde o primeiro jogo por 1 a 0, faz três ”fora de casa” e sofremos dois gols estranhos. Em momentos decisivos, importantes. Mas tenho que saber o que fazer no próximo jogo.

SENTIMENTO

Abel Braga: Meu lado tricolor está p… da vida. Mas o meu lado comandante, que lidera esse grupo, está orgulhoso. Ninguém sabe como trabalhamos, os treinos são fechados, ninguém entra no vestiário para ver o ambiente e ninguém pode duvidar do caráter dos meus jogadores. Adoro eles. Circula muita notícia, a última foi que algum jogador falou de salário. Salário não ganha jogo. Esses caras são muito dignos.

Por Explosão Tricolor / Fonte: GloboEsporte.com / Foto: Fluminense FC

Siga-nos no Twitter e curta nossa página no Facebook

INSCREVA-SE no nosso canal do YouTube e acompanhe os nossos programas!

SEJA PARCEIRO DO EXPLOSÃO TRICOLOR! – Entre em contato através do e-mail: explosao.tricolor@gmail.com

PUBLICIDADE