Watford, vem que tem! Leve os craques de Xerém!




Foto: Mailson Santana / Fluminense FC

Vendem-se joias, ainda não prontas, ainda com alguns defeitos por falta de lapidação definitiva, mas que já reluzem e despertam a cobiça dos ingleses…

Não revelamos o valor das vendas, mas estão na promoção!

Tratar: Xerém

Amigos Tricolores, o Fluminense virou joalheria…

E não adianta: enquanto o clube estiver com o pires na mão, vendendo o almoço para comprar o jantar…

Enquanto a receita for pífia, e as despesas volumosas…

Enquanto os patrocinadores masters contratados pagarem ninharia e ainda atrasarem e serem banidos por calote…

Enquanto não tivermos um estádio próprio, evitando-se que cerca de 80% dos jogos, ao invés de gerarem receita, representem tremendos prejuízos…

Enquanto burrices inacreditáveis continuarem a ser feitas a cada ano, e vou neste item citar apenas uma delas: a dispensa de sete jogadores pela imprensa e na marra no final do ano passado, todos com contratos em vigor e um inclusive no departamento médico, numa atitude impensada, tanto que depois todos conquistaram na Justiça decisões que fizeram o clube pagar o contrato até o fim, além de, em alguns casos, indenizações por danos morais, gerando depois terríveis acordos, muitas vezes novamente não honrados, aumentando o prejuízo em proporções avassaladoras…

Enquanto as contas de gestões anteriores forem aprovadas em meio a risinhos de membros do Conselho Deliberativo e contas de anos anteriores nem forem aprovadas, tendo que ser adiada a sessão em meio a pancadaria…

Enquanto a Flusócio for a maioria do nosso “Congresso”, ou seja, o Conselho Deliberativo…

Enquanto ações na Justiça envolvendo o clube forem simplesmente abandonadas, como no caso da Reclamação Trabalhista de Levir Culpi, em cuja audiência o jurídico do Fluminense simplesmente não enviou defesa, e o efeito disso é o pior possível, ou seja, na revelia o clube reconhece todos os pedidos do Reclamante em uma Ação (a conta dessa ainda virá por aí)…

Enquanto acordarmos a cada dia com medo de abrirmos o noticiário tricolor, sempre com uma nova penhora, jogador vendido barato, salários atrasados, jogador na Justiça, ladrilhos da piscina destruídos, atletas amadores vendendo rifas para viajar para competições…

Enquanto o site tricolor só tiver títulos estaduais de xadrez e futebol de mesa para destacar…

Bem, enquanto tudo isso e muito mais continuar acontecendo, atitudes como a venda de um craque Sub-17 continuarão sendo as únicas soluções possíveis para pagar mais umas duas ou três folhas de pagamento em atraso.

E o pior: na venda do jovem João Pedro, de 17 anos,  concluída ao Watford, da Inglaterra, o dinheiro nem entra, pois já vai direto pagar dívidas e mais dívidas, como folhas atrasadas.

E ninguém fica sabendo o valor, pois em meio a esse caos imaginem se alguma transparência seria possível…

O jogador é vendido aos 17 anos, sem nem mesmo chegar ao Sub-20, ninguém sabe o valor e quem quiser que corra para vê-lo fazer seus golzinhos, que não são poucos, no Estadual Sub-17 e Copa do Brasil Sub-17.

Eu mesmo já vi inúmeras vezes, pela TV na Copa BH Sub-17, quando o Flu foi vice-campeão e o João Pedro se destacou, sendo vice-artilheiro, nos jogos do Estadual marcados para as Laranjeiras, e até na Copa do Brasil Sub-17.

No Estadual o João Pedro, ou JP, como é chamado no clube, destaca-se como artilheiro absoluto, com 22 gols, quando o vice-artilheiro tem apenas 16.

Este ano vi o Fluminense derrotar a Portuguesa por 12 x 0 nas Laranjeiras, em partida em que fez 4 gols e algumas assistências, em apenas 74 minutos em campo.

Vi no sábado passado ele fazer o gol da vitória no flaFlu no primeiro jogo da semifinal do Estadual, nas Laranjeiras, em jogada acrobática, um belo voleio aproveitando cruzamento da esquerda. E assim João Pedro Junqueira de Jesus decretou números finais ao flaFlu, reforçando a frase do hino deles: “Nos fla-Flus é o ai, Jesus!”

Na última quinta-feira o Fluminense esculachou o Sub-17 do Cruzeiro, em partida de ida da segunda fase da Copa do Brasil da categoria, derrotando os azuis por 6 x 0, com três gols do JP! A vaga está garantida, eu asseguro, pois o jogo da volta será mero treino.

João Pedro tem muitas qualidades, e tem tudo para ter uma carreira brilhante. Se vai se tornar um grande jogador, isso o tempo vai responder. Vendê-lo tão cedo em fase tão promissora é, no mínimo, uma irresponsabilidade.

Como consolo, por conta da legislação, que não permite a transferência antes da maioridade, JP ainda ficará nas Laranjeiras até possivelmente 2020, provavelmente evoluindo a cada jogo e aumentando a dor de cotovelo do torcedor tricolor.

Sabemos que a bola da vez era o Pedro, mas a contusão adiou a venda e tiveram que buscar às pressas uma outra joia para detonar…

No Sub-20 não há ninguém com muito valor de mercado no momento, e então partiram para o Sub-17. E se ali não encontrassem iriam rifar um Sub-15 qualquer.

EMBAIXADINHAS:

– Domingo, na Gávea, o Fluminense enfrenta os da casa no jogo da volta da Semifinal do Estadual Sub-17, às 15 horas, jogando pelo empate, sendo que a derrota por um gol leva para pênaltis. JP e outros jovens valores estarão em campo. Destaco também o meia Wallace e o goleiro Marcelo, entre outros, mas é melhor eu ficar por aqui.  Sei que o Explosão Tricolor supera fronteiras, e vai que justamente algum inglês ou outro gringo resolve seguir meus indicados…

– Também no domingo, mas pelo Sub-15, e este nas Laranjeiras, e às 10 horas, o Fluminense enfrenta o Vasco também em jogo de volta das semifinais do Estadual. No primeiro jogo tivemos empate sem gols, e o Flu tem tudo para confirmar vaga para a final.

– Pela Copa do Brasil Sub-17 o Flu vai passear em Minas Gerais, no jogo da volta, com os 6 x 0 do primeiro jogo contra o Cruzeiro. O jogo será quinta-feira que vem, dia 25, e o Fluminense pegará na fase seguinte o vencedor do confronto Atlético/PR x Corinthians, já vencido pelo time paulista no primeiro jogo fora de casa, por 2 x 0. Com 4 gols JP já é o vice-artilheiro da competição e breve deverá ultrapassar o artilheiro, com 5, do virtual eliminado Cruzeiro.

– 31 gols marcados em três competições! E já vendido ao Watford!

– Se os títulos na base são importantes? Não, claro que não. Apenas refletem um trabalho de base muito bem feito nas Laranjeiras, revelando jogadores. Apenas com essa triste constatação de que os bons valores saem cada vez mais jovens…

– E a garotada tricolor do basquete comemora a convocação para um período de treinamentos da seleção brasileira Sub-15 o jovem Mateus Gomes, ala-armador destaque no Estadual da categoria, e líder dos arremessos de três pontos do returno da competição, com 10 acertos em 8 jogos, excelente marca, ainda mais na categoria Sub-15! Parabéns, Mateus! Já vi uma atuação e me encheu os olhos! Quem sabe o clube monta futuramente um bom time de basquete e volta a seus dias de glória da bola laranja! Já vi craques tricolores como Fioravante, Peixotinho, Zezé, Almir, Sérgio Macarrão, Renê, Bial, Sartori, dentre outros que busco nos escaninhos de minha memória, de dias de minha infância, lá no ginásio das Laranjeiras…

– E agora um pouquinho das mulheres, para embelezar a coluna, hoje um pouco ácida. Quinta-feira que vem, dia 25, a equipe adulta tricolor estreia no Campeonato Estadual, contra o Botafogo, que já estreou e perdeu de 3 x 0 para o Flamengo. O jogo será no ginásio do Botafogo. Participa também do Estadual o SESC/RJ, favorito da competição. Após a competição o Fluminense disputará, mais uma vez, a Superliga Feminina. Avante, meninas!

O Fluminense tem que sair dessa perigosa e nefasta asfixia financeira o quanto antes! Não sei quantos anos mais o clube pode resistir a gestões tão perigosas, vivendo nessa corda-bamba.

Reage, Fluminense!

Por PAULONENSE  /  Explosão Tricolor

PUBLICIDADE