Aula tática do Abelão com muita disciplina dos guerreiros






Abelão engoliu o “revolucionário” Fernando Diniz na vitória do Fluminense sobre o Atlético-PR

Mais uma atuação guerreira de um time que tem honrado as cores do Fluminense e resgatado a dignidade do torcedor tricolor.

Quando não vai na técnica, os caras vão na raça e deixam até a última gota de suor no gramado.

Longe de ser uma máquina, mas cada vez mais time de guerreiros.

E na noite de ontem, além de ter lutado durante os noventa minutos, o time foi muito disciplinado taticamente.

Os nossos jogadores fecharam muito bem os espaços e foram mortais nos contra-ataques.

A estratégia deu tão certo que conseguimos marcar dois gols e ainda poderíamos ter feito mais outros dois.

Um placar de 4 a 0 na primeira etapa não teria sido nenhum exagero.

No segundo tempo, a rapaziada fechou ainda mais a casa e procurou sair só na boa.

Até levamos uma pressão na reta final da partida, mas nada que causasse pânico nos pouco mais de 9 mil presentes no Maraca.

Por falar na torcida, até quando ela continuará sumida da arquibancada?

Com muita honestidade e humildade, a rapaziada do Abelão tem feito por merecer o apoio do torcedor tricolor.

Já passou da hora da massa jogar junto e comparecer em peso no Maraca!

Excelente vitória para aumentar ainda mais nossa moral e dar um bom salto na tabela de classificação.

Ah, já ia me esquecendo…

Doa a quem doer, a verdade é uma só: taticamente, o Abel Braga engoliu o “revolucionário” e “badaladíssimo” Fernando Diniz.

Que venha a Chapecoense no próximo sábado. Chegou a hora de quebrarmos a escrita!

Rapidinhas:

Jadson – Segunda atuação em alo nível do nosso volante após uma sequência ruim. Voltou a ser o jogador que encantou no Estadual. Peça importantíssima para fazer a equipe toda rodar.

Gilberto – Um guerreiro de verdade. Se doa ao máximo pelo time.

Sornoza – O nosso camisa dez chamou a responsa, se movimentou o tempo todo e finalizou com perigo em alguns lances.

Copos – A torcida aprovou os copos personalizados que foram vendidos no estádio. Vi vários torcedores segurando 2,3 ou até mais copos. A nossa marca é muito viável. Basta meter a mão na massa e acreditar nela. O que não dá é para ficar parado vendo a banda passar… Bola dentro. Parabéns aos envolvidos!

Forte abraço e Saudações Tricolores!

Vinicius Toledo



Siga-nos no Twitter e curta nossa página no Facebook

INSCREVA-SE no nosso canal do YouTube e acompanhe os nossos programas!

Entre em contato através do e-mail: explosao.tricolor@gmail.com

PUBLICIDADE