Basta fazer o simples




Odair Hellmann e Nenê (Foto: Lucas Merçon / Fluminense FC)



Um alívio já esperado, pois o Fluminense tinha a obrigação de passar por cima do Figueirense. Por mais que a equipe comandada pelo técnico Odair Hellmann ainda não transmita confiança, não dava para pensar na hipótese de eliminação precoce na Copa do Brasil.

No primeiro tempo, o Flu buscou o ataque. Porém, o Figueira marcou forte para impedir grande parte das ações tricolores. Ainda bem que o Nenê tirou um golaço de sua cartola. Cobrança de falta magistral. Até tive a impressão de que ocorreu um leve desvio na barreira, mas isso não tira o brilho da obra de arte do “vovô” da 77 tricolor.

Com mais capricho, o Fluminense poderia ter descido para o intervalo com dois ou três gols vantagem. No entanto, Evanilson desperdiçou duas oportunidades. Contra o Figueirense, não fez falta. Mas em jogos de fases mais avançadas, que geralmente são decididos nos detalhes, a bola costuma punir.

É bem verdade que o Figueirense teve uma grande chance de empatar logo no início da segunda etapa, entretanto, Muriel saiu muito bem em cima do Marquinho para realizar uma grande defesa. Porém, o segundo tempo foi de amplo domínio do Fluminense. Nenê marcou mais dois e o time soube administrar a vantagem até o final. Excelente vitória em todos os sentidos.

Acho que ainda não dá para falar em grande evolução sob o ponto de vista tático. Porém, é visível que o time vem desenvolvendo uma pegada mais forte na marcação e também na recuperação da bola. Com relação ao time, Calegari, Luccas Claro, Dodi e Michel Araújo já podem ser considerados titulares. Inclusive, não há como não vibrar com a entrega e o bom futebol apresentado pelo uruguaio.

Outra situação que ficou escancarada é a questão do posicionamento do Nenê. É pelo centro de campo avançando ou até mais encostado no Evanilson nas proximidades da área. Não há mistério. Basta fazer o simples.

Curtinhas

– Infelizmente, Egídio conseguiu a proeza de deixar a desejar diante de um adversário limitadíssimo…

– Sigo achando que o Flu necessita de reforços nas duas laterais, pois a temporada será desgastante. Não dá para contar com Igor Julião e Orinho como opções.

– Marcos Paulo segue devendo. Porém, acho complicado detoná-lo. O garoto é talentoso e pode estar ansioso com relação ao seu futuro ou até com algum problema.

– Também estou no YouTube cm vídeos curtos no pré-jogo e lives pós-jogo. Em breve, vídeos sobre assuntos específicos. Conto com a força e o apoio de vocês! Clique aqui para realizar a sua inscrição no canal do Explosão Tricolor!

Forte abraço e ST!

Vinicius Toledo



PUBLICIDADE