Corrente pra frente




Foto: Vinicius Toledo / Explosão Tricolor



Ok, já sei que esse jogo contra o Bahia será f….!

Também sei que entraremos em campo bem desfalcado.

No entanto, isso aqui é Fluminense.

Sendo assim, a torcida tem que fazer a sua parte e jogar junto durante os noventa minutos.

Vaiar jogador enquanto a bola está rolando é tiro no pé, ou seja, burrice das grandes.

Há anos não ando satisfeito com muitas coisas que ocorrem nas internas do clube.

Não á toa sou bastante crítico mesmo, doa a quem doer.

Uns compreendem e até entendem, pois procuram saber a origem dos questionamentos.

Outros não aceitam ou nem mesmo procuram entender.

Faz parte.

Porém, jamais deixarei de apoiar.

Seja com a ala mais nova, que exalta o amor incondicional, ou com a velha guarda, que derramou comigo muitas lágrimas nos terríveis anos 90.

Cada um com o seu estilo, mas todos com o mesmo sentimento: O AMOR PELO FLUMINENSE.

Cobranças e críticas são necessárias, mas tudo tem a sua hora.

E a hora agora é de lutar até o fim.

A realidade é muito cruel, em nada representa a grandeza do Fluminense, mas temos que encará-la.

Portanto, neste sábado todos os caminhos levam ao Maracanã.

Fé.

Pra cima deles, Nense!

Curtinhas

– Digão de volta? Coragem, Marcão, coragem! O momento é do Frazan.

– Giovanni será o lateral-esquerdo do Bahia. Se o Gilberto não se criar em cima dele, pode mudar de profissão.

– O Airton tá fininho. Não sei como, mas está. Será que é a proximidade do término de contrato? Ele sabe jogar e marca forte. Agora vai?

– O Nino Paraíba é um bom lateral-direito. Na verdade, uma das principais válvulas de escape do Bahia. É rezar pro Orinho segurá-lo ou um atacante nosso prendê-lo defensivamente.

– No jogo deste sábado, o Fluminense distribuirá 2 mil camisas para crianças até 12 anos de idade. São peças de modelos antigos, mas a ação é muito válida. Bola dentro.

– Ainda sobre as camisas que serão distribuídas, fica a pergunta: qual motivo da turma do Abad ter segurado isso tudo durante tantos anos?

 

Forte abraço e até mais tarde!

Vinicius Toledo



PUBLICIDADE