Dá para acreditar? Flamengo ingressa com ação no STJD para que possa decidir em casa nas quartas de final da Copa do Brasil




Foto: Lucas Figueiredo / CBF



Flamengo tenta inverter o mando de campo do confronto diante do Athletico-PR

Na manhã desta quarta-feira (20), o Flamengo entrou com ação no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) para tentar decidir em casa a vaga nas quartas de final da Copa do Brasil, contra o Athletico-PR. O Rubro-Negro se sentiu injustiçado com o sorteio feito pela CBF para a definição dos mandos de campo na última terça-feira.

Com relação ao sorteio, a diretoria do Flamengo reclama que teve a sua posição invertida antes da definição dos mandos. A CBF utiliza um critério de não deixar clubes da mesma cidade jogando a mesma perna da eliminatória no mesmo município. Com Flamengo e Fluminense classificados, um teria que abrir em casa e o outro decidir fora. Coube ao Tricolor fazer o jogo de volta no Maracanã.

O Flamengo contesta esse critério por ele não estar previsto no regulamento da competição nacional. A mesma regra já havia sido aplicada nas oitavas de final, quando o Fluminense teve que decidir fora de casa, com o Flamengo mandando a volta no Rio de Janeiro. No entanto, os dirigentes rubro-negros alegam que na ocasião o Botafogo, que ainda estava na disputa, também decidiu em casa.

Na tarde desta terça-feira, logo depois do sorteio, o presidente do Flamengo, Rodolfo Landim, foi flagrado esbravejando com o diretor de competições da CBF, Julio Avellar. No diálogo por telefone, o mandatário sugeriu que o mando de campo do Fluminense fosse invertido para que o Rubro-Negro pudesse fazer o segundo jogo em casa.

– O critério foi feito para prejudicar meu time! Por que não inverte o Fluminense então? – disse Rodolfo Landim.

Clique aqui e veja a lista com as últimas notícias do Fluzão!



Por Explosão Tricolor

E-mail para contato: explosao.tricolor@gmail.com

PUBLICIDADE