Dá pra acreditar? Após polêmica envolvendo o Flamengo, governador do Rio muda o tom sobre retorno dos clubes aos treinos




Foto: Marcos Corrêa / Palácio do Planalto



Decreto estadual não permite a realização de treinos coletivos

De forma surpreendente, o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, afirmou, em entrevista à CNN Brasil, não ser contra o retorno dos treinamentos e repassou a responsabilidade para os clubes, o que contraria seu próprio decreto de isolamento. Witzel, inclusive, minimizou a polêmica em torno da decisão do Flamengo de retomar os treinos coletivos.

– É uma questão que desde o começo gerou polêmica. O que eu disse que sou contra são os treinos sem preocupação dos dirigentes. Da mesma forma como os atletas vão ter a preocupação dos dirigentes, a responsabilidade é deles. Os atletas têm de estar protegidos, a carreira é deles. A decisão tem de ser das entidades associativas. Nunca fui contra, só não pode ter plateia. Nunca fui contra o Flamengo jogar de novo, muito menos o Fluminense, o Vasco e o Botafogo. Responsabilidade é dos clubes com seus atletas – disse Wilson Witzel.

Vale lembrar que, no último dia 8, o governador Wilson Witzel prorrogou o decreto de isolamento social no Rio de Janeiro até o dia 31 de maio. No entanto, os treinos de futebol não foram incluídos na lista de atividades consideradas essenciais.  

Clique aqui e veja a lista com as últimas notícias do Fluzão!



Por Explosão Tricolor / Fonte: UOL Esporte

E-mail para contato: explosao.tricolor@gmail.com

PUBLICIDADE