É para comemorar, mas com os pés no chão




Felippe Cardoso (Foto; Mailson Santana/Fluminense FC)



No final das contas, o que importa no futebol é bola na rede adversária e mais três pontos na tabela de classificação. Porém, não dá para mascarar a parte ruim. Pois é, o duelo entre Internacional e Fluminense foi ruim. Jogo muito truncado e de criatividade quase nula.

Na primeira etapa, só quem apareceu mesmo foi o Muriel. E com a velha mania de rebater para o miolo da área. Se não fosse isso, o primeiro tempo teria terminado com um empate sem gols. Na verdade, seria o resultado mais justo, pois os dois times foram medíocres.

Logo no início da segunda etapa, Lucca tirou da cartola tricolor um gol olímpico. Nada mais justo, pois a equipe colorada não merecia estar vencendo. Palmas, muitas palmas para o Lucca! Não é toda hora que o torcedor é agraciado com um gol olímpico.

A partida ficou aberta, mas com o Internacional ameaçando um pouco mais. No entanto, a cartola tricolor não tinha apenas um gol olímpico. Dentro dela tinha um passe magistral do Marcos Paulo para o Caio Paulista, que teve a maior frieza para marcar o gol da virada no Beira-Rio. Mais um belo gol do Fluminense!

Na reta final, a equipe comandada pelo técnico Odair Hellmann soube segurar a importantíssima vitória, que garantiu o retorno ao G-6 e a quinta colocação, confirmada após o empate sem gols entre Grêmio e Corinthians.

Não dá para tapar o sol com a peneira, ou seja, o Tricolor ainda tem sérios problemas. Porém, a quantidade de desfalques também deve ser considerada. Sendo assim, diante de todo o contexto que envolveu a partida, a vitória merece ser bastante comemorada, mas com os pés no chão.

Curtinhas:

Calegari não pode ser reserva do Igor Julião. Boa atuação do garoto!

– Desde que chegou, Danilo Barcelos fez a sua pior partida.

André melhorou o meio de campo do Fluminense. É outro que merece uma sequência na equipe titular.

– O Nenê jogou? Totalmente off. Só apareceu bem nas fotos de comemoração de gol.

– No último sábado, bati um papo muito bacana com o ex-atacante Silvio, revelado pelo Fluminense e com passagens pelo Bragantino, Seleção Brasileira, Grêmio, Internacional e outros clubes. Atualmente, ele é técnico no projeto da Juventus de Turim, em Miami, nos EUA. A conversa foi enriquecedora e com muitas revelações. Vale a pena conferir. Clique aqui para assistir!

Forte abraço e ST!

Resenha pós-jogo com o meu amigo Teixeira Mendes, do canal Laranjeiras Rádio!



PUBLICIDADE