Em rede social, Victor Lessa, da Rádio Globo, exalta espírito de Libertadores do time do Fluminense




Fred (FOTO: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.)



Repórter ainda destacou as atuações de Fred e Marcos Felipe

A vitória do Fluminense sobre o Independiente Santa Fe, da Colômbia, por 2 a 1, pela segunda rodada da fase de grupos da Copa Libertadores da América, foi conquistada de forma dramática. Vários foram os obstáculos desde a chegada da delegação tricolor em Bogotá até a espetacular defesa do goleiro Marcos Felipe já nos acréscimos da etapa final.

Através do seu perfil no Twitter, o repórter Victor Lessa, da Rádio Globo, publicou a sua visão sobre a primeira vitória do Fluminense na atual edição da Libertadores. Confira na íntegra:

“Foi um jogo, acima de qualquer coisa, com espírito de Libertadores. Se está ruim na técnica, vai na garra. Após uma logística absurda, um cenário que só vemos por aqui, o Fluminense teve que lutar muito para vencer a primeira na competição. E venceu com justiça. A equipe teve bons momentos em campo. Teve o mérito de fazer os gols logo no início de cada tempo, foi eficiente na frente graças a um Fred cada vez mais fundamental e decisivo. Faz tudo o que um centroavante precisa fazer e entra cada vez mais para a história do clube. Líder nato. 

Nene não fez um grande jogo, mas deu lindo passe para Fred. Kayky e Luis Henrique também foram bem a maior parte do tempo. Na primeira etapa, o Flu recuou demais a segunda linha de marcação e isso deu espaços para o Santa Fé chegar.

Calegari teve muitas dificuldades para marcar, tanto que Roger inverteu Kayky com Luis Henrique para reforçar a marcação do setor. O Santa Fé pressionou, mas o Flu parecia ter o controle do jogo, mesmo com essas dificuldades.

Ter começado o segundo tempo com mais um gol foi excelente, parecia que o jogo caminhava para uma definição, mas ninguém esperava a falha de Luccas Claro e o gol dos colombianos. Ainda sim, Roger mexeu bem no time e Gabriel Teixeira quase fez o terceiro. Foi aí que Egídio fez uma falta boba e foi expulso (já tinha amarelo). Depois disso, foi pressão do Santa Fé e uma atuação GIGANTESCA de Marcos Felipe. A área era toda dele e ele deixou isso claro desde o início. Se recuperou da falha contra o River e, ao lado de Fred, foi o melhor do Flu. Aquela defesa na cabeçada do Ramos foi espetacular.

Em termos técnicos, foi uma atuação razoável, com pontos positivos e negativos. Mas, em Libertadores, quando não vai na técnica, vai na raça. Por tudo que aconteceu, essa vitória se torna heroica, gigante, do tamanho do clube e mostra que o tricolor não está na Libertadores a passeio. Vence o Fluminense”.

Clique aqui e veja a lista com as últimas notícias do Fluzão!

Grupo D – Copa Libertadores (ative a rotação automática do celular para ver a tabela completa)

TIMES P J V E D GP GC SG %
1 Fluminense Fluminense 4 2 1 1 0 3 2 1 66
2 River Plate River Plate 4 2 1 1 0 3 2 1 66
3 Independiente Santa Fe Independiente Santa Fe 1 2 0 1 1 2 3 -1 16
4 Junior Barranquilla Junior Barranquilla 1 2 0 1 1 2 3 -1 16

Agenda tricolor na Copa Libertadores 2021

1ª rodada

22/04 – Quinta-feira – 19h – Fluminense 1 x 1 River Plate – Maracanã – Rio de Janeiro (RJ)

2ª rodada

28/04 – Quarta-feira – 21h – Independiente Santa Fé 1 x 2 Fluminense – Estádio Centenário de Armênia – Armênia (COL)

3ª rodada

06/05 – Quinta-feira – 19h – Junior Barranquilla x Fluminense – Estádio Romelio Martínez – Barranquilla (COL)

4ª rodada

12/05 – Quarta-feira  – 21h – Fluminense x Independiente Santa Fé – Maracanã – Rio de Janeiro (RJ)

5ª rodada

18/05 – Terça-feira  – 21h30 – Fluminense x Junior Barranquilla – Maracanã – Rio de Janeiro (RJ)

6ª rodada

25/05 – Terça-feira  – 19h15 – River Plate x Fluminense – Estádio Monumental de Núñez – Buenos Aires (ARG)

Por Explosão Tricolor

E-mail para contato: explosao.tricolor@gmail.com

PUBLICIDADE