Fernando Diniz não vê relação entre ausência de Nino e gols sofridos contra o São Paulo: “Não tem absolutamente nada a ver”




Nino (Foto: Marcelo Gonçalves / Fluminense F.C.)



Treinador evitou usar a ausência do zagueiro como desculpa para as falhas defensivas do Fluminense

Em entrevista concedida após o empate do Fluminense em 2 a 2 com o São Paulo, na tarde deste domingo (17), no Morumbi, o técnico Fernando Diniz evitou usar o desfalque de Nino como desculpa para os gols sofridos por sua equipe. O treinador ressaltou que o Tricolor teve bom desempenho defensivo no segundo tempo.

– Absolutamente não, a gente tem uma certa mania de achar soluções fáceis para problemas que são complexos. O Nino não jogou o segundo tempo, nós colocamos um volante, o time não sofreu nada e criou mais chances. Então não tem absolutamente nada a ver com a saída do Nino, nada a ver – disse Fernando Diniz.

Momentos antes do início da partida, Nino passou mal e deu lugar a Luccas Claro, que não teve uma boa atuação no primeiro tempo. Após o intervalo, Felipe Melo formou a dupla de zaga com Manoel.

Clique aqui e veja a lista com as últimas notícias do Fluzão!



Por Explosão Tricolor

E-mail para contato: explosao.tricolor@gmail.com

PUBLICIDADE