Fundamental




Foto: Lucas Merçon / Fluminense FC



Na próxima quinta, o Santa Cruz, pela Copa do Brasil. Vale vaga nas oitavas de final e uma premiação de R$ 2,5 milhões. Ou seja, o Fluminense tem que se classificar de qualquer jeito. Tudo bem, sei que o Arruda estará lotado, os pernambucanos entrarão com a faca nos dentes, mas sejamos sinceros: a rapaziada do Fernando Diniz tem bola suficiente para chegar lá, jogar o que sabe e trazer a classificação sem maiores problemas. Respeitar o adversário é fundamental, mas não dá para fugir da real obrigação.

Deixando de lado a decisiva batalha da Copa do Brasil, no domingo que vem, o Fluminense estreará no Campeonato Brasileiro. O primeiro desafio será contra o Goiás, no Maracanã. Ninguém comentou, mas nas nove primeiras rodadas que antecedem a paralisação para a disputa da Copa América, o Fluminense terá apenas quatro jogos no Rio, sendo que dois deles serão clássicos.

A situação detalhada no parágrafo acima liga o sinal de alerta, pois fazer gordura no início do Campeonato Brasileiro é de extrema importância em todos os sentidos. O próprio histórico do Fluminense mostra isso. No ano passado, por exemplo, se a campanha nas primeiras rodadas não tivesse sido tão boa, o final do Tricolor poderia ter sido fatal.

Considerando o cenário inicial da tabela, o jogo contra o Goiás deve ser encarado como uma verdadeira decisão. Sendo assim, o apoio da torcida será fundamental para que o time estreie com o pé direito no Brasileirão. Sem falar que será o primeiro jogo do Fluminense como gestor do estádio. Ou seja, tem que arrecadar para fechar a operação no azul e pagar as despesas fixas.

As cobranças não podem acabar, mas já passou da hora da torcida comprar o barulho do Fluminense no Maracanã. No próximo domingo, levante do sofá, coloque a armadura tricolor, publique um #PartiuMaraca em sua rede social e vá ao estádio para jogar junto com a instituição e a rapaziada do Diniz!

Boa semana, galera tricolor!

Vinicius Toledo



PUBLICIDADE