Fundo de investimentos, representado por ex-dirigente do Barça, adquiriu 15% dos direitos de Gerson




Considerado a maior joia revelada em Xerém nos últimos anos e destaque da seleção brasileira no Sul-Americano Sub-20, Gerson é alvo da cobiça de vários clubes europeus. Caso o Fluminense decida por sua venda, parte da transação irá para um ex-dirigente do Barcelona.

Trata-se do ex-vice presidente de marketing do clube catalão, Marc Ingla. Ele é representante do fundo de investimentos Mangrove Capital Partners e foi o responsável por intermediar o acordo com a diretoria tricolor que resultou no repasse de 15% dos direitos econômicos do atleta ao fundo, informa o site da ESPN Brasil.

A venda da fatia da revelação tricolor ocorreu no auge do conflito com a Procuradoria Geral da Fazenda Nacional (PGFN), quando o Tricolor sofria de forma recorrente com a penhora de suas receitas, e foi percebida como uma forma de aliviar o sufoco financeiro que o clube enfrentava.

Apelidado de ‘novo Pogba’ pelo jornal “Gazzetta dello Sport”, Gerson está na mira de Juventus, Real Madrid, Manchester City, Barcelona e outros times europeus. Como forma de blindá-lo durante o Sul-Americano Sub-20, o Fluminense enviou até mesmo o seu gerente de futebol Marcelo Teixeira ao Uruguai para evitar o assédio direto ao garoto.

Com contrato até 2019, Gerson foi inscrito pelo clube no próximo Campeonato Carioca e tem o técnico Cristóvão Borges entre seus admiradores. Mesmo muito jovem, parte da diretoria acredita que ele pode conquistar espaço com a saída do argentino Conca para o futebol chinês. No ano passado, a revelação chegou a treinar entre os profissionais e causou boa impressão.

Por Explosão Tricolor/ Fonte: ESPN/ Foto: Divulgação FFC

PUBLICIDADE