Jornalista revela fator determinante para insucesso na negociação entre clubes e jogadores




Foto: Thais Magalhães/CBF



De acordo com informações do jornalista Pedro Lopes, do portal UOL Esporte, a grande quantidade de clubes com salários ou direitos de imagem atrasados foi um fator determinante para que as negociações com os atletas por uma possível redução de salário fracassassem, neste período de crise com o futebol brasileiro paralisado.

Os jogadores e os sindicatos que os representam queriam incluir na pauta sobre redução futura uma obrigatoriedade de pagamento dos valores em atraso. Porém, como as situações variam de clube para clube, não foi possível uma negociação coletiva.

Há diversos clubes na Série A com salário ou imagem atrasados, alguns deles tradicionais. Nas divisões inferiores, a situação é ainda pior. Com o fracasso das negociações até o momento, clubes e seus atletas têm discutido individualmente a situação salarial.

VEJA TAMBÉM:

+ Sensibilizado com drama de Marco Antônio, Paulo Cezar Caju publica texto sobre o abandono dos velhos craques

+ Quem foi o melhor técnico que comandou o time do Fluminense de 2001 para cá? Confira o resultado da enquete! 

+ Vídeo: Deco relembra bastidores da negociação que o trouxe para o Fluminense



Por Explosão Tricolor / Fonte: UOL Esporte

E-mail para contato: explosao.tricolor@gmail.com

PUBLICIDADE