Jornalista revela que Fluminense e Botafogo pretendiam realizar protesto que poria fim ao Carioca 2020






Protesto seria realizado na partida do último domingo

Na tarde do último domingo (06), Fluminense e Botafogo empataram em 0 a 0, no Estádio Nilton Santos, pela semifinal da Taça Rio. No entanto, segundo informações do jornalista Lauro Jardim, do jornal “O Globo“, o Tricolor e o Alvinegro haviam decidido não disputar a partida, dando um fim melancólico ao Campeonato Carioca 2020, mas tiveram que recuar.

Mário Bittencourt e Nelson Mufarrej, presidentes de Fluminense e Botafogo, respectivamente, já haviam acertado como seria o protesto que os times fariam contra a volta do Campeonato Carioca determinada pela Federação de Futebol do Rio de Janeiro (FERJ) em plena pandemia: os jogadores entrariam em campo no Nilton Santos, dariam-se as mãos, ergueriam a faixa com a inscrição “respeitem nossa história” e voltariam para os respectivos vestiários.

O Estadual, assim, terminaria de forma inusitada e histórica, pois o Flamengo seria sagrado campeão de um torneio marcado pela bagunça e falta de respeito.

Mas os planos tiveram que ser alterados quando, por causa de uma decisão judicial, foi anunciado que o clássico seria exibido pela TV Globo. Para não ferir os contratos que Fluminense e Botafogo haviam assinado, Mário Bittencourt e Nelson Mufarrej optaram por não realizar o protesto.

CONFIRA TAMBÉM:



Por Explosão Tricolor / Fonte: Lauro Jardim – Jornal O Globo

E-mail para contato: explosao.tricolor@gmail.com

PUBLICIDADE