Jornalistas equatorianos analisam estilo de jogo do Mario Pineida, pontos fortes e preferência por faixa de campo




Mario Pineida (Foto: FEF / Divulgação)



Em entrevista concedida ao portal Globo Esporte, os jornalistas Jorge Plaza, da “Radio RSN 100.5 FM”, Silvia Meneses, da “Radio Caravana” e Ramon Morales, da “Gol TV”, falaram sobre as características do lateral-esquerdo Mario Pineida, que será anunciado oficialmente pelo Fluminense como terceiro reforço para a próxima temporada. Confira a entrevista na íntegra:

Pineida é um lateral mais ofensivo ou defensivo?

Plaza: No Barcelona, ele era um jogador determinante, cumprindo ambas as tarefas: primeiro marcar e depois atacar. Mas, sim, vai muito ao ataque e faz muito as diagonais. Como é destro e joga pela esquerda, sempre termina finalizando a gol ou tabelando com algum atacante ou meia. Ele já fez gols, é um jogador “atrevido”, aguerrido, que encara mesmo. E na parte física também, apesar de sua baixa estatura, é forte. É um jogador para grandes times.

Silvia: É um lateral bastante equilibrado, que conhece muito bem os espaços e por isso controla bem sua posição. Normalmente assegura mais a parte defensiva, mas se o adversário deixa espaços ele avança. Não é um lateral que usa tanto os flancos, ele entra mais pelo meio (diagonais). Dá segurança atrás e no ataque faz boas combinações com o meia ou ponta pelo seu lado. E ainda explora chutes de média e longa distância.

Morales: Ele tem as duas condições, ataca muito bem em um estilo de jogo vertical, chegando à linha de fundo, e também faz as diagonais. E marcando também tem como ponto forte o mano a mano. É muito complicado para os adversários chegarem pelo seu lado.

Quais são seus pontos fortes?

Plaza: Um de seus pontos fortes, que inclusive o fizeram ser muito querido aqui no Barcelona, é seu temperamento. Jogador que não “arrega”, não se esconde. Às vezes em excesso, o que pode jogar contra ele, mas acho que mais joga a favor. Também é bom na recomposição, marca muito bem, muito bem, é difícil passar dele no mano a mano. E também é rápido.

Silvia: Diria que é a experiência que tem. É um jogador de muita personalidade, que se entrega 100% em cada partida, não dá nenhuma bola como perdida e se sacrifica pela equipe. É hábil para marcar e controla bem todo espaço em seu setor na zona defensiva, é muito difícil passar dele.

Morales: São as diagonais pela esquerda, a saída de bola da defesa para os meias e também a parceria com os pontas para chegar ao ataque.

Ele joga mesmo na direita? Já jogou assim no Barcelona de Guayaquil?

Plaza: Sim, em seu início ele era marcador pela direita e jogou assim por muito tempo no Independiente del Valle. Há alguns anos, chegou ao Barcelona e pela necessidade da equipe passou a jogar pela esquerda, e onde fez praticamente a maior parte de sua carreira. Mas também jogou algumas partidas no Barcelona pela direita, quando era preciso, ele jogava sem nenhum problema. Claro que lhe custou um pouco, porque jogou muitos anos na esquerda, onde teve sua melhor performance e foi chamado para a seleção. Mas no Del Valle teve grandes jogos pela direita.

Silvia: Sim, mas sua posição natural é pela esquerda. Jogou assim no Barcelona quando o lateral-direito se lesionou ou quando não havia titular ou suplente do outro lado. Não é sua melhor versão na direita, mas se precisar ele pode cumprir perfeitamente.

Morales: Sim, Pineida pode jogar pela esquerda ou pela direita. Seu melhor momento foi no início, no Independiente del Valle. No Barcelona, jogou pela direita algumas poucas partidas, mas habitualmente sempre jogou pela esquerda. Suas melhores condições que vimos, tanto no Del Valle como no Barcelona, foram pela esquerda.

Como os torcedores do Barcelona de Guayaquil reagiram a sua saída?

Plaza: Foi emotivo para a torcida, porque é um dos jogadores que era mais querido, que se identificava muito com os torcedores. Inclusive os títulos que Pineida conquistou no Barcelona ele os tem tatuados em sua perna. Ele é torcedor do Barcelona desde criança e tm todos os jogos deixava tudo em campo, se entregava ao máximo. Então ele era muito querido pela torcida, identificado com as cores do clube. Por isso, os torcedores não concordaram com sua saída. Barcelona perde um grande jogador. Byron Castillo (lateral-direito) também está para sair ao exterior, assim perderão seus dois laterais titulares.

Silvia: Os torcedores têm muito carinho pelo Pineida, é um jogador que foi campeão com o Barcelona, semifinalista de Libertadores, tem muitos anos de clube… E essa garra, essa entrega sobretudo em partidas importantes, onde ele cresce, fez com que ele ganhasse a admiração da torcida. Os torcedores obviamente vão sentir muita falta dele, mas entenderam a saída porque sabem que o jogador merece essa oportunidade. Foram muitas temporadas jogando em um nível alto, tanto que o pediam muito na seleção.

Morales: Como tudo na vida, há torcedores que concordaram com sua saída, porque a equipe não atravessa um bom momento econômico, mas também há outros que lamentam sua saída porque era um jogador muito importante.

O que esperam de Pineida no Brasil?

Plaza: Acredito que é um jogador que precisava já há algum tempo dar essa salto de qualidade. Ele já merecia uma liga mais competitiva. Nos últimos anos foi pretendido por outros clubes, como o Botafogo, mas não se concretizou. É uma liga de maior categoria. Creio que ele vai render aí porque não tem esse impacto psicológico de jogadores que saem de clubes pequenos para um grande. Isso não vai ser problema, pois jogou no time que mais tem pressão aqui.

Silvia: Creio que o Fluminense é um time onde ele pode render e muito. Espero que tenha regularidade e bastante minutagem para ter oportunidade de demonstrar por que foi contratado. Espero que consiga se firmar, aproveitar os vários campeonatos que há aí durante o ano para demonstrar sua capacidade. Que se entrose bem com os pontas e atacantes e atrás dê solidez ao Fluminense.

Morales: Tomara que no Brasil ele se consolide e siga mostrando seu bom nível, como demonstrou Sornoza no Fluminense e outros jogadores que se aventuraram no futebol brasileiro. Levando em conta que é um futebol muito ofensivo, creio que ele pode render muito aí.

Clique aqui e veja a lista com as últimas notícias do Fluzão!



Por Explosão Tricolor / Fonte: ge

E-mail para contato: explosao.tricolor@gmail.com

PUBLICIDADE