Mateus Norton aciona o Fluminense na Justiça; veja os valores cobrados






O Fluminense segue sofrendo com ações trabalhistas de jogadores que atuaram no clube ao longo dos últimos anos. Desta vez, segundo o portal GloboEsporte.com, Mateus Norton, que foi contratado pelo Fluminense ainda para a base, subiu para os profissionais em 2017 e rescindiu o contrato em 2019, após 32 jogos, para se transferir ao futebol ucraniano é quem entrou na Justiça contra o clube.

No processo, o volante, que tinha salário de R$ 20 mil mensais, cobra o seguinte (valores em R$):

– 41.333,33 de remuneração atrasada

– 28.888,89 de férias

– 644,47 de bicho

– 40.000,00 de FGTS

– 55.433,34 de multas

– 24.945,00 de honorários advocatícios

Total: R$ 191.245,03

Além do Mateus Norton, só neste ano, o Fluminense já foi alvo de ações de ex-jogadores do clube na Justiça brasileira, como por exemplo Mateus Gonçalves, Giovanni, Kayke, Lucas, Júlio César, Claudio Aquino e Alan Fialho. Somados, só esses processos giram em torno de R$ 7 milhões, fora outros movidos pela Fifa ou por clubes, empresários e ex-patrocinadores.

Clique aqui e veja a lista com as últimas notícias do Fluzão!



Por Explosão Tricolor / Fonte: GloboEsporte.com

E-mail para contato: explosao.tricolor@gmail.com

PUBLICIDADE