Não há mais desculpa




Fluminense até morrer! (Foto: Vinicius Toledo /Explosão Tricolor)
Fluminense até morrer! (Foto: Vinicius Toledo /Explosão Tricolor)

O Fluminense está na liderança isolada e com 100% de aproveitamento. Até aí, tudo bem. O time está jogando o fino? Não. Mas tem jogado de forma honesta, com muito espírito de luta e comprometimento. Não importa se enfrentamos somente os pequenos. Em outras épocas, já vimos o Fluminense recheado de estrelas perder pontos para estes mesmos times.  

Temos um sério problema na zaga que só será resolvido quando o Gum e o Marlon retornarem. Por enquanto, vamos de Henrique, Guilherme Mattis e Vitor Oliveira. E seja o que Deus quiser. Dá-lhe Cavalieri!

Nas laterais, o Wellington Silva parece ter tomado conta do lado direito. Pela esquerda, o Giovanni está na frente da disputa, pois a concorrência não dá sinais de ameaça. Isto é preocupante, pois a concorrência gera competitividade. O maior exemplo disso é o Wellington Silva, que voltou bem melhor, pois viu que o Renato não estava marcando bobeira.

No meio-campo, não tenho dúvida alguma: o Fluminense tem uma senhora dupla de volantes. Edson e Jean são dois pontos fortíssimos do atual Fluminense. Na criação, o Wagner é fundamental nesta “nova era”. Falta achar um parceiro para dividir a responsabilidade. Não vejo o Vinicius com este perfil. O Robert é uma boa aposta e o Gerson pode pintar como uma espécie de “cereja do bolo”.

No ataque, temos o Fred, mas o Flu precisa achar um parceiro que se encaixe com ele. O Lucas Gomes melhorou nos dois últimos jogos, mas ainda é uma incógnita. Está na frente, mas o Kenedy e o Marlone podem ser boas alternativas para servir o nosso capitão artilheiro.

E os garotos de Xerém? Agora não há mais desculpa. Não temos mais um patrocinador para interferir na escalação. E temos grandes joias que estão babando para entrar no time e colocar lenha na fogueira. Cristóvão, não marque bobeira! A escalação do Robert como titular é um bom sinal, mas não esqueça do Gérson e do Kenedy. A torcida tricolor está doida para ver um Fluminense leve, veloz e atrevido para cima dos adversários. Temos totais condições de montar um time bastante dinâmico e envolvente.

De qualquer forma, não é só o Cristóvão que possui obrigações. A torcida do Fluminense também precisa fazer a parte dela. A molecada precisará do nosso apoio para trabalhar tranquila. Os erros acontecerão, mas não devemos pressiona-los. Dentro de campo, eles terão auxílio do Fred e dos outros veteranos. Isto me lembra a reta final de 2009, mas com um pequeno detalhe: teremos a oportunidade de testa-los sem a pressão de estar brigando para não cair no Brasileiro. 

Amanhã é dia de “FLUzilar” o Volta Redonda, manter a liderança isolada e embalar para trucidar o Nanico da Colina, no próximo domingo. Este tem que ser o pensamento!

EXPLOSIVAS DO GUERREIRO:

1 – Muito me preocupa este processo de terceirização do Marketing do Fluminense. Abrir a “caixa preta” do clube para terceiros não é algo que me deixe tranquilo. Além disso, é uma prova de que a gestão não teve capacidade para indicar alguém com competência para tal função. Finalizando, perderemos parte da receita dos sócios. Torcerei para que dê certo, mas confesso que estou preocupado.

2 – Gostei da renovação do Robert e da solução para a permanência do Jean. Só falta acertar com o Wagner. Bola dentro da Diretoria.

3 – Não gostei nada de ver a foto de uma flamenguista curtindo Baile Infantil de Carnaval no nosso histórico salão nobre. Como permitiram isso? A foto circulou em várias redes sociais. No meu perfil, fui “zoado” por amigos flamenguistas. Virou casa da “Mãe Joana”?

4 – É muito legal ver homens como o Washington e Deco dando declarações positivas sobre o Fluminense para a mídia. De certa forma, conforta um pouco a torcida após termos visto algumas “sacanagens” nas últimas semanas.

Saudações Tricolores!

Vinicius Toledo

Siga-nos no Twitter e curta nossa página no Facebook

PUBLICIDADE