Nota de repúdio contra o Global Fut PRO




Infelizmente, o torneio presencial organizado pelo Global Fut PRO para a modalidade Pro Clubs, no último final de semana, foi uma lástima em todos os sentidos.

Com total apoio dos seus patrocinadores, o Explosão e-Sports realizou um considerável investimento para prestigiar o evento, que chegou a ser propagado pelos organizadores como o maior da modalidade já realizado na América Latina.

Acreditando na organização, o Explosão e-Sports mobilizou sua equipe em prol da competição de uma modalidade que está em franco crescimento rumo ao processo de profissionalização.

Os jogadores do Explosão e-Sports saíram de todos os cantos do país, ou seja, deixaram suas respectivas famílias, em pleno final de semana, com a justificativa de que participariam do “MAIOR TORNEIO PRESENCIAL DE PRO CLUBES DA AMÉRICA LATINA”. Pois é…

Primeiramente, ocorreu um considerável atraso no jogo de estreia do Explosão e-Sports. E o pior: nossa torcida não conseguiu assisti-lo ao vivo. Infelizmente, o organizador do “MAIOR TORNEIO PRESENCIAL DE PRO CLUBES DA AMÉRICA LATINA” teve dificuldades técnicas para iniciar a transmissão.

Mesmo contando com diversos patrocinadores de grande porte, o Global Fut PRO cobrou uma taxa de inscrição de cada uma das equipes. No entanto, o Global Fut PRO parece não ter ficado satisfeito com os valores arrecadados com patrocinadores e equipes, pois COBROU INGRESSO DOS JOGADORES DE TODAS AS EQUIPES. Sim, os verdadeiros artistas do espetáculo tiveram que pagar ingresso.

A estrutura física disponibilizada foi algo que não dá nem para definir como amador. Em uma das arenas, os jogadores tiveram que jogar em pé num calor infernal já que não havia ar-condicionado.

Com todo o conjunto da obra detalhado nos parágrafos acima, o final dessa história não poderia ser dos melhores. O pacote de SHOW DE HORRORES oferecido pelo Global Fut PRO teve o seu “Gran Finale” com o encerramento da disputa ainda na fase de grupos.

Por conta dos sucessivos atrasos, a organização privilegiou o torneio da modalidade do PS4, que também estava sendo realizado na Live Arena. Sendo assim, o Global Fut PRO ofereceu duas opções aos managers dos times de Pro Clubs: terminar a competição de forma online ou no último horário com encerramento às 23h30. No entanto, no meio da conversa, uma representante da Live Arena disse que o local fecharia às 22h, desmentindo a informação dada pelos organizadores de que a Arena ficaria à disposição até às 23h30.

De acordo com o Global Pro PRO, as equipes terão todos os seus custos ressarcidos. Inclusive, a empresa assinou um termo de compromisso. No entanto, nenhum valor paga TODA ESSA HUMILHAÇÃO.

Desde já, o Explosão e-Sports gostaria de comunicar que NUNCA MAIS participará de qualquer evento organizado pelo Global Fut PRO.

O Explosão e-Sports pede as mais sinceras desculpas aos seus patrocinadores e parceiros por não ter cumprido com o que havia sido acordado e agradece todo suporte dado.

Seguramente,  o Explosão e-Sports grita para o mundo inteiro ouvir: “O Global Fut PRO é uma VERGONHA!”

Grupo Explosão Tricolor

PUBLICIDADE