O Fluminense é inacreditável




Matheus Ferraz (Foto: Lucas Merçon / Fluminense F.C.)

O jogo era contra o vice-lanterna, já se planejando para a disputa da segunda divisão, com o pior ataque do campeonato antes de a rodada ter início e que não ganha uma partida em casa desde outubro. Mesmo assim, o Fluminense mostrou que não é lá muito chegado a dar paz ao seu torcedor. Após sair atrás no placar, o Tricolor conseguiu arrancar apenas um empate por 3 a 3 diante do Coritiba pela 31ªrodada do Brasileirão.

A única novidade na equipe que derrotou de forma chorada o Sport na última rodada foi a entrada de Egídio na lateral-esquerda. No mais, o time era o mesmo. Por um lado, isso era positivo, já que alguns jogadores que acrescentam pouca coisa seguiram de fora. Por outro, Nino ficou de fora pela terceira vez em prol da manutenção de Matheus Ferraz. Nada contra o zagueiro, acho ele um bom nome para o elenco. Daí a tirar o rápido Luccas Claro da esquerda, onde ele joga melhor, para dar espaço ao lento camisa 3 justamente no setor em que mais temos sofrido…

Com a bola roland… gol do Coritiba em chute de fora da área aos 3′! Uns cinco jogadores nossos marcaram o adversário com distanciamento social e deram todo o tempo e espaço necessários para ele calibrar o pé e deixar o Marcos Felipe deitado no chão. A partir daí, tivemos que correr atrás do prejuízo. Aos 14′, Fred mostrou o porquê de ser diferenciado ao escorar de peito um lançamento para Lucca, que bateu para fora. O Tricolor tinha mais a posse de bola e o adversário jogava todo dentro do seu próprio campo. Depois de belo lançamento de Yago Felipe, o garoto Calegari parou no goleiro e na trave aos 19′.

O lateral esteve bastante presente no nosso setor ofensivo no primeiro tempo, diferentemente da nossa dupla de pontas. Lucca e, principalmente, Luiz Henrique foram nulos em campo. O máximo que o segundo fez foi tentar cortes frustrados para dentro no maior estilo Wellington Silva.

Apesar de o Fluminense ter tido a bola desde o momento em que sofreu o gol, a equipe não conseguiu balançar as redes na etapa inicial. E pior: sofreu mais um, em contra-ataque que começou com uma boa enfiada de bola entre a dupla Matheus Ferraz e Egídio. Como o Marcão pode querer jogar com as linhas mais altas em alguns momentos tendo o Ferraz como um de seus zagueiros? Difícil entender!

O Tricolor voltou do intervalo com John Kennedy entre os 11 e, com um minuto, o moleque de Xerém já sofreu uma falta perigosa próxima da área do Alviverde, mas a cobrança não deu em nada. Aos 13′, o uruguaio Michel Araújo, outro que esteve sumido durante o primeiro tempo, fez boa jogada e exigiu defesa de Wilson e, no rebote, o “ex-presidente dos EUA” tomou posse do assento do Cardoso no ônibus do clube. Mesmo atrás do placar, o jogo estava acessível, ainda que sequer estivéssemos conseguindo ficar com a bola.

O Marcão já tinha chamado o Felippe Cardoso do banco quando, aos 26′, Fred mostrou que só poderia ser brincadeira a entrada desse rapaz. Após cobrança de falta de Egídio, o camisa 9 colocou para o fundo das redes de cabeça e nos deu motivos para acreditar que a virada era questão de tempo. Pena que o Marcos Felipe estava destinado a sofrer outro gol quatro minutos depois. Dessa vez, ele fez por onde inclusive. O arqueiro errou o passe para Luccas Claro na saída de bola e teve que buscá-la no fundo das redes pela terceira vez na noite. A finalização foi praticamente indefensável, o problema foi o passe para o jogador rival.

Já nos acréscimos, a virada continuava possível. Caio Paulista, contando com um frango de Wilson, empatou e Wellington Silva, tinha tudo para tocar para o John Kennedy tranquilizar a torcida tricolor, preferiu isolar a bola do jogo. Mesmo assim, ainda deu tempo do John protagonizar um belo lance e bater para fora — dele eu não vou reclamar, porque ninguém em sã consciência tocaria uma bola decisiva para o Cardoso.

Saímos atrás, é verdade. Ainda no primeiro tempo. E levamos logo dois. Nosso goleiro entregou mais um. Entretanto, apesar de todo esse cenário caótico, não há nada que faça com que o empate contra uma das piores equipes da competição deixe de ter um sabor amargo. É inacreditável como fomos capazes de, apenas, protagonizar um jogo louco contra o vice-lanterna antes da bola rolar. O consolo, se é que dá para chamar assim, foi que dessa vez não deu sono.

Curtinhas:

– O valor que o Parma está oferecendo pelo passe de Marcos Paulo era o tapa com luva de seda que faltava na cara do torcedor.

– Nino na direita e Claro na esquerda para ontem! Ferraz é boa opção no banco.

– Nem quero pensar na briga por uma vaga na Libertadores por ora.

Muriel ainda não pode voltar.

– Vou virar torcedor apenas do sub-17. É bom que com eles é só vitória, goleada e passeios.

Saudações Tricolores, galera!

Carlos Vinícius Magalhães

Clique aqui e veja a lista com as últimas notícias do Fluzão!

Confira a agenda tricolor nos próximos quatro jogos pelo Brasileirão da Série A:

32ª rodada

24/01 – Domingo – 20h30  – Fluminense x Botafogo – São Januário

33ª rodada

31/01 – Domingo – 20h30  – Fluminense x Goiás – Nilton Santos

34ª rodada

03/02 – Quarta-feira – 21h30 – Bahia x Fluminense – Arena Fonte Nova

35ª rodada

07/02 – Domingo – 16h – Fluminense x Atlético-MG – Maracanã

Brasileirão da Série A: relação de jogos da 31ª rodada

Quarta-feira (20/01)

17h

Botafogo 1×3 Atlético-GO – Nilton Santos

18h

Bahia 1×0 Athletico-PR – Arena Fonte Nova

19h15

Grêmio 1×1 Atlético-MG – Arena do Grêmio

20h30

Coritiba 3×3 Fluminense – Couto Pereira

21h30

São Paulo 1×5 Internacional – Morumbi

Red Bull Bragantino 4×1 Vasco – Nabi Abi Chedid

Quinta-feira (21/01)

19h

Flamengo x Palmeiras – Mané Garrincha

Fortaleza x Santos – Arena Castelão

Goiás x Ceará – Serrinha

21h

Corinthians x Sport – Neo Química Arena

Tabela de classificação (ative a rotação automática do celular para ver a tabela completa)

TIMES P J V E D GP GC SG %
1 Internacional Internacional 59 31 17 8 6 53 29 24 63
2 São Paulo São Paulo 57 31 16 9 6 51 33 18 61
3 Atlético-MG Atlético-MG 54 30 16 6 8 52 38 14 60
4 Flamengo Flamengo 52 29 15 7 7 50 39 11 59
5 Palmeiras Palmeiras 51 29 14 9 6 43 26 17 58
6 Grêmio Grêmio 51 30 12 15 3 39 25 14 56
7 Fluminense Fluminense 47 31 13 8 10 43 40 3 50
8 Santos Santos 45 29 12 9 8 41 36 5 51
9 Corinthians Corinthians 42 29 11 9 9 35 34 1 48
10 Bragantino Bragantino 41 31 10 11 10 43 37 6 44
11 Athletico-PR Athletico-PR 39 31 11 6 14 27 30 -3 41
12 Ceará Ceará 39 30 10 9 11 41 41 0 43
13 Atlético Goianiense Atlético-GO 39 31 9 12 10 30 37 -7 41
14 Sport Sport 32 30 9 5 16 24 38 -14 35
15 Bahia Bahia 32 30 9 5 16 36 51 -15 35
16 Vasco da Gama Vasco 32 30 8 8 14 30 44 -14 35
17 Fortaleza EC Fortaleza 32 30 7 11 12 26 30 -4 35
18 Coritiba Coritiba 26 31 6 8 17 26 42 -16 27
19 Goiás Goiás 26 30 6 8 16 29 47 -18 28
20 Botafogo Botafogo 23 31 4 11 16 27 49 -22 24

Por Explosão Tricolor

E-mail para contato: explosao.tricolor@gmail.com

PUBLICIDADE