O futuro a Deus pertence




Foto: Vinicius Toledo / Explosão Tricolor

Utilize o cupom de desconto do Explosão Tricolor no ato da compra → explosaotricolor



A frase que melhor representa o meu sentimento de momento é a seguinte: “O futuro a Deus pertence”. Ela traduz bem como enxergo o atual cenário geral do Fluminense neste momento. A paralisação dos jogadores na última terça ligou o sinal de alerta para quem ainda custa a acreditar na calamidade financeira do clube. Isso para não falar no silêncio da turma da política.

Apesar da perda do titulo da Taça Guanabara, gostei do que vi até aqui. Não, o Fluminense não deu show, mas é de longe o que apresentou o futebol mais bonito no Campeonato Carioca. Só que isso não é garantia de vitória. Portanto, alguns ajustes são necessários, algo mais do que natural para uma equipe que está em fase de construção. O ataque, por exemplo, não pode desperdiçar tantas chances como na final contra o Vasco da Gama.

Nesta sexta, Gilberto e Paulo Henrique Ganso estarão em campo. Com os dois, o nível técnico do Fluminense aumentará bastante. É claro que eles não devem estar no ritmo do restante do elenco, mas a sequência de jogos com certeza deixará a dupla no ponto certo. Confesso que gostaria de ver o Marcos Calazans na vaga do Daniel. Ele aberto pela esquerda, Everaldo pela direita e Yony González centralizado poderia dar muito certo, mas como estou no ritmo do “Deixa o Diniz trabalhar”, darei uma segurada na corneta!

Mesmo com o sentimento detalhado no parágrafo inicial do texto, a fé, que costuma estar enraizada na arquibancada, segue em nossas almas e em nossos corações. É torcer para que tudo dê muito certo, mas sem jamais deixar de cobrar o que tem que ser cobrado. Seja de quem for!

Paulo Henrique Ganso

A bola agora está contigo, maestro!

Bangu

Sobre o adversário de logo mais, por pouco não avançou à semifinal da Taça Guanabara. Foi escandalosamente prejudicado pela arbitragem na derrota para o Flamengo por 2 a 1 e fez um jogo duríssimo no empate sem gols com o Botafogo. Ou seja: é bom o Fluminense não facilitar!

Torcida

Pouco mais de dez mil ingressos vendidos. Muito pouco. A torcida tem que comprar o barulho do Fluminense de todas as formas possíveis. Espero que muitos mudem de ideia ao longo do dia. Tem craque estreando com a camisa dez tricolor!

Forte abraço!

Vinicius Toledo



PUBLICIDADE