O sofrimento da zaga tricolor




Principal nome da zaga do Fluminense, Gum ainda se recupera de lesão e não sabe quando terá condições de voltar aos gramados. E sua ausência tem sido muito sentida neste início de temporada. Sem Marlon, que estava na seleção brasileira sub-20 e agora também está lesionado, o técnico Cristóvão Borges sofre para achar o companheiro ideal de Henrique.

Nessas cinco primeiras rodadas, o técnico Cristóvão Borges iniciou com Henrique e Victor Oliveira. O segundo ficou por três jogos, mas não agradou e perdeu a posição. Guilherme Mattis foi testado diante do Boavista, mas também não vingou. O último foi João Fillipe, que foi muito mal e acabou envolvido pelo ataque do Volta Redonda na primeira derrota do ano.

Enquanto Gum não apresenta condições de jogo, Marlon era o favorito para formar dupla com Henrique. O zagueiro voltou da seleção brasileira sub-20, mas com uma fratura no nariz. Ele foi operado e levará cerca de 40 dias para voltar aos gramados. Isso frustrou os planos de Cristóvão, que apostou em João Fillipe.

“Chegaram muitos jogadores. O Victor Oliveira chegou jogando, e o João Filipe ainda não tinha jogado. Foi uma oportunidade para ele participar. Disse que sempre que puder, vou dar chance para todos”, disse Cristóvão.

Por Explosão Tricolor  / Fonte: UOL / Foto: Nelson Perez / Fluminense F.C.

PUBLICIDADE