O triste cenário do Fluminense




Com base nas últimas notícias e, principalmente, na ausência de uma grande liderança que consiga mobilizar todo o Fluminense para iniciar uma tentativa de dar a volta por cima no próximo ano, confesso que estou muito desanimado, muito mesmo. Não me sentia assim desde os tempos sombrios da segunda metade dos terríveis anos 90.

Depois de tantos erros cometidos ao longo de 2017, o mínimo que o torcedor tricolor esperava era que a diretoria mostrasse firmeza na condução do nosso futebol, mas…

Após a saída do Fernando Veiga, a própria Flusócio admitiu publicamente que a vice-presidência de futebol teria que ser ocupada por alguém de peso com o profissionalismo na veia. Não à toa, tentaram o Carlos Alberto Parreira, que acabou não aceitando.   

Na semana passada, foi noticiado o interesse no ex-treinador Paulo Autuori para a gerência executiva de futebol, mas não houve acerto.

Sobre o elenco, está cada vez mais visível que os principais jogadores não desejam permanecer no Fluminense. O Henrique Dourado tem deixado isso bem claro. Nas últimas entrevistas, o Ceifador só faltou fazer o seguinte pedido desesperador: “Pelo amor de Deus, me tirem daqui!” 

Para piorar ainda mais o nosso cenário, o atacante Roger Guedes, que seria o refugo “menos pior” dos que andam sendo oferecidos pelo Palmeiras, já deixou bem claro que prefere ser negociado com o Leste Europeu ou ser a quinta opção no elenco alviverde do que vestir a camisa tricolor.

Além dos jogadores, os grandes clubes brasileiros também perderam o respeito pelo Fluminense. Basta analisar as propostas pelos nossos jogadores que andam sendo divulgadas pela imprensa. Algumas delas deveriam ser desmentidas publicamente pelos nossos dirigentes para não desvalorizar ainda mais os nossos atletas e, principalmente, a marca. Se o mercado da bola já está nos tratando como pequeno, imagine o meio empresarial?   

Haja “a benção João de Deus” para 2018! Ah, esqueci da última…

O nosso novo vice-presidente de futebol é um dentista. Sendo assim, espero que ele devolva o sorriso ao torcedor tricolor, mas…

Putz… Esqueci! O cara é da turma dos que ajudaram a arrebentar o Fluminense…

Socorro!!!

Forte abraço e Saudações Tricolores!

Vinicius Toledo



Siga-nos no Twitter e curta nossa página no Facebook

INSCREVA-SE no nosso canal do YouTube e acompanhe os nossos programas!

SEJA PARCEIRO DO EXPLOSÃO TRICOLOR! – Entre em contato através do e-mail: explosao.tricolor@gmail.com

PUBLICIDADE