Obrigado, Abel Braga!




Embora esteja há apenas três meses no comando do Fluminense, o técnico Abel Braga já alcançou números importantes e conquistou o título da Taça Guanabara. No entanto, o trabalho do técnico Abel Braga neste começo de temporada vai além apenas dos bons resultados obtidos.

Após a saída do técnico Eduardo Baptista, a torcida tricolor decretou: queremos um técnico experiente à frente do Fluminense. Atendendo aos anseios da torcida, o presidente Peter Siemsen anunciou a chegada do técnico Levir Culpi.

Apesar do início animador, o trabalho do Levir Culpi no Fluminense foi melancólico. Mais uma vez, vai além dos resultados. O Levir definitivamente não entendeu a grandeza do Fluminense. Apesar de alguns dizerem o contrário, o ex-treinador pouco fez para deixar o seu nome na história do Fluminense.

O perfil do treinador, muitas vezes debochado, não combinou com a fidalguia do Fluminense. No entanto, a questão dos treinamentos fica como a principal bronca. Mesmo com péssimo desempenho, o time pouco treinava. As constantes folgas aos jogadores marcaram a trajetória do técnico pelo Tricolor. A imagem que o treinador passava era de total desinteresse pelo Fluminense. Não à toa, em campo, o time se mostrava desgovernado, sem comando.

O descaso resultou em um desempenho lastimável do Fluminense no Campeonato Brasileiro. Fora da Libertadores, o Tricolor amargou uma sequência de dez jogos sem vencer, igualando sua pior marca na história dos pontos corridos.

Como se não bastasse o péssimo trabalho, o técnico Levir Culpi encerrou a sua passagem no Fluminense deixando como legado péssimas indicações de reforços. O atacante Danilinho, indicado pelo ex-treinador tricolor, só deixou as Laranjeiras nesta semana. Definitivamente, o Tricolor terminou 2016 como a “Casa da Mãe Joana”.

Ao ser apresentado no Salão Nobre das Laranjeiras, o técnico Abel Braga lembrou uma frase do saudoso Paulo Julio Clement: “O Fluminense é um time sem alma”. De fato, o PJ tinha toda razão. Até o retorno do Abelão, o time das Laranjeiras estava sem alma.

Hoje, de fato, o Fluminense tem um verdadeiro comandante. Com Abel Braga, os jogadores voltaram a ter a dimensão do peso da armadura tricolor. A torcida voltou a ter confiança. Em seu trabalho, o Abel Braga cobra e quer brilhar juntamente com o time. Há muito tempo não víamos no Fluminense tamanha sinergia entre torcida, técnico e jogadores.

Só me resta agradecer ao técnico Abel Braga por sua dedicação e respeito com o Fluminense. Seja no dia a dia, durante os duros treinamentos, ou nos jogos, quando o mesmo se esforça para buscar as vitórias. Muito obrigado, Abelão!

Saudações Tricolores

Por Leandro Alves / Foto: Divulgação

Loja---02

Acesse a loja oficial do Explosão Tricolor: explosaotricolor.xtechcommerce.com

Siga-nos no Twitter e curta nossa página no Facebook

INSCREVA-SE no nosso canal do YouTube e acompanhe os nossos programas!

SEJA PARCEIRO DO EXPLOSÃO TRICOLOR! – Entre em contato através do e-mail:explosao.tricolor@gmail.com

PUBLICIDADE