Para abrir 2021




Foto: Lucas Merçon / Fluminense F.C.



Quarta-feira (06) é dia de Fla-Flu. Dia de um dos nossos jogos mais complicados neste Brasileirão dado o momento atual e também a qualidade do rival. Do lado tricolor, o cenário não é dos mais animadores, é verdade, mas um clássico sempre pode ajudar a mudar a situação de um clube da água para o vinho. Além disso, já está na hora de voltar a vencer, Fluminense!

Falo isto sabendo que soa simplista, mas a verdade é que esse é o jogo para atacarmos, pressionarmos, irmos para cima da dupla de zaga adversária desde o apito inicial. Temos que nos aproveitar da falta de confiança que o sistema defensivo do Flamengo tem passado e tentar marcar um gol quanto antes. De preferência antes dos 15 minutos. Se repetirem a atuação do empate contra o Fortaleza, não faço a mínima questão de ter a bola para isso.

No Fla-Flu do primeiro turno, com Odair Hellmann no comando, tivemos uma postura lamentável. Foi mais ou menos parecida com a que tivemos no clássico no Campeonato Brasileiro de 2019 com o Marcão no comando. Para abrir 2021, não poderá assim, até porque as atuações contra Vasco e Atlético-GO estão muito frescas em nossa memória. Nem coloco no pacote a partida contra o líder São Paulo.

Outro ponto importante é que temos que ter volume de jogo pelos dois lados. Ainda que o lateral-direito do rival não seja lá grande marcador, mas sim um jogador de chegada ao ataque, precisamos variar as jogadas, deixar de ser um time que busca trabalhar a bola apenas pela esquerda durante os 90 minutos. Quanto mais diminuímos nossa zona de ação dentro de campo, mais previsível nos tornamos, seja contra o Flamengo ou contra o Atlético-GO, para citar também um time que nos mostrou isso na pele recentemente.

Eles terão dois retornos importantes para o clássico: Gabigol e Felipe Luís. Acho que o primeiro pode nos preocupar bastante se jogar em cima do Matheus Ferraz, que é um defensor mais pesado. Ainda bem que o Luccas Claro tem boas chances de ir para o jogo, pois eu acharia muito complicado enfrentar o segundo melhor ataque da competição com Matheus Ferraz e Frazan ou Luan Freitas formando a dupla de zaga.

No comando de ataque, para mim não há dúvidas de que o Fred precisa ser titular. Na última rodada, contra a melhor defesa do Brasileirão, o camisa 9 fez a sua melhor partida desde o retorno e ganhou diversas bolas pelo alto, se não a maioria delas. Se a bola chegar — o que não aconteceu contra os paulistas —, acho que ele pode ser importantíssimo fazendo o pivô entre os zagueiros e finalizando as jogadas.

Por fim, a briga do Tricolor por uma vaga na Libertadores vai se mostrando cada vez mais encardida rodada após rodada. A distância que existia entre o Fluminense e o Corinthians, por exemplo, já desapareceu. Se não apresentarmos melhora, o Ceará vai ser o próximo a se aproximar…

Curtinhas

– Trouxemos dois jogadores de fora em 2020 e achei apostas válidas. Neste ano, acho que dificilmente faremos um movimento desse tipo no mercado.

– Não quero nem cogitar um resultado negativo no Fla-Flu

– Meu palpite é 1 a 0 Fluzão com gol de Fred.

Amanhã os moleques de Xerém também enfrentarão o Flamengo pelo jogo de volta das quartas do Brasileirão Sub-20. Quem puder, dê uma moral para a garotada.

Saudações Tricolores, galera!

Carlos Vinícius Magalhães



PUBLICIDADE