Para não cair em pegadinha




Cerro Porteño (Foto: Divulgação)



O Cerro Porteño, do Paraguai, será o adversário do Fluminense nas oitavas de final da Copa Libertadores da América. Como de costume, as redes sociais ficaram agitadíssimas. De um lado, os otimistas, que possuem o direito legítimo de torcer e, principalmente, pensar grande. Do outro, os pessimistas, que costumam pedir pés no chão e lembram de experiências ruins para evitar oba-oba. Esse conflito já faz parte da nossa arquibancada há tempos…

Saindo da arquibancada para o campo, primeiramente, é necessário ressaltar que qualquer jogo de Libertadores é dureza. Outro ponto que merece ser ressaltado é que uma coisa é fase de grupos, outra é mata-mata. Por último, os jogos das oitavas serão disputados somente na segunda quinzena de julho.

Só no mês de junho, o Fluminense disputará nove jogos. Sendo assim, muita água vai rolar até o início das oitavas de final. Além de muitos jogos, também haverá janela de transferências. Nos principais países europeus, a referida janela abrirá no dia primeiro de julho.

Sobre o Cerro Porteño, não há como não admitir o favoritismo do Fluminense. Porém, desde já, é necessário ligar o sinal de alerta. A equipe comandada pelo Roger Machado geralmente atua melhor quando enfrenta situações adversas. No entanto, quando o Tricolor surge como favorito, a história tem sido outra. A derrota para o fraco Junior Barranquilla, em pleno Maracanã, é um grande exemplo recente.

Com base no que o Cerro apresentou na fase de grupos, os paraguaios geralmente dão a bola para o adversário. Ou seja, a postura paraguaia é semelhante a do próprio Fluminense, que tem apresentado muita dificuldade quando enfrenta esse tipo de situação.

Conforme está mencionado no início do texto, muita água vai rolar até o início das oitavas. O Roger Machado terá tempo suficiente e muitos jogos pela frente para ajustar o Fluminense em vários sentidos.

Para encerrar, deixo aqui um recado: “Muita calma nessa hora para não cair em pegadinha”.

Forte abraço e ST!

Vinicius Toledo



PUBLICIDADE