Possibilidade de atuar como volante, entrosamento com Egídio, assédio de clubes europeus e muito mais: leia a entrevista coletiva de Calegari




Calegari (Foto: Lucas Merçon / Fluminense F.C.)



Lateral-direito concedeu entrevista coletiva após o treino da manhã desta segunda-feira

No fim da manhã desta segunda-feira (08), o lateral-direito Lucas Calegari concedeu entrevista coletiva no CT Carlos José Castilho. O defensor falou sobre a possibilidade de atuar como volante na próxima temporada, entrosamento com Egídio, expectativa pelo primeiro gol como profissional e muito mais. Confira abaixo todas as respostas do jogador:

Possibilidade de atuar como volante na próxima temporada

“Procuro não pensar nisso, na próxima temporada. Estamos pensando a cada jogo, como se fosse uma final, para garantirmos a vaga na Libertadores. Vou deixar para depois, com o próximo treinador, nas mãos dele essa decisão. O objetivo agora é pensar jogo a jogo. Estamos muito focados para o próximo jogo para pontuarmos e continuar em busca do nosso objetivo.”

Entrosamento com Egídio

“Nós conversamos muito. Sabemos da importância de sair de um jogo sem tomar gol, da importância da parte defensiva. Nossa maior vitória ali atrás é não ser vazado. Ele dá muito conselho. Essa combinação está dando certo. É manter isso para os próximos jogos, que será de enorme importância.”

Boa relação com os jogadores mais experientes

“Essa união entre os mais experientes e os mais novos, como nós, que estamos subindo, vem sendo muito boa. Eles conversam conosco, nos dão conselho, nos chamam para a resenha, para as brincadeiras, para cada vez ganharmos mais confiança para termos um grupo bem unido e forte para a temporada.”

Expectativa pelo primeiro gol como profissional

“Graças a Deus e muito trabalho estou conseguindo desenvolver uma ótima parte defensiva, ajudando meus companheiros a não levar gols. Bate ansiedade, é claro, fazer um gol é o maior sentimento que há no futebol. Mas tenho que controlar isso às vezes pode atrapalhar, mas creio que vai sair na hora certa.”

Assédio de clubes europeus aos moleques de Xerém

“É uma blindagem total. Clube, agente, família… Procuramos sempre manter os pés no chão, para pensar no Fluminense, que as coisas virão naturalmente, como são para todos. Quando o cara está em um mau momento, em uma fase ruim, nem sempre chegarão propostas. Então tem que manter o desempenho bom e pensar no Fluminense, que é o clube que nos formou. Entrar em campo e honrar o clube é gratificando para a gente.”

Possível revitalização do Estádio das Laranjeiras

“Nós, que viemos da base, nos sentimos muito à vontade. É um estádio que muitos foram campeões lá. Acho uma boa ideia. Vamos nos sentir confortáveis em um espaço histórico do clube. Pode dar muito certo.”

Sonho de disputar as Olimpíadas

“Nós conversamos muito, somos companheiros de quarto. Temos que trabalhar firme, desempenhar o melhor possível aqui no Fluminense que as demais coisas virão naturalmente. Claro que sonhamos de estar na seleção brasileira, seja sub-20, olímpica, principal. Com certeza é um sonho de todo jogador. Vamos continuar trabalhando. Se essa convocação vier, será muito comemorada.”

Posição influencia em convocação

“Até o sub-17 eu fui convocado como volante. Minha primeira convocação como lateral foi agora recente no sub-20. Isso não influencia na minha decisão. Deixo sempre nas mãos do treinador, eles conversam comigo. Eu me sinto confiante tanto na lateral, quanto no meio de campo. Estou a temporada inteira no profissional jogando como lateral, mas não descartarei minha posição de origem, volante, onde me sinto muito confortável também.”

Avaliação da temporada 2020

“Foi uma temporada muito diferente das outras. Nós começamos na Copinha, depois integramos o sub-23… Aí logo na sequência veio a pandemia e toda essa loucura. Fomos pegos de surpresa. Começamos a treinar com o profissional e os mais velhos têm dado muita confiança para evoluirmos. O Odair e agora o Marcão… Foi um ano especial, apesar de toda essa loucura.”

Clique aqui e veja a lista com as últimas notícias do Fluzão!



Confira a agenda tricolor na reta final do Brasileirão 2020:

35ª rodada

10/02 – Quarta-feira – 21h30 – Fluminense x Atlético-MG – Maracanã

36ª rodada

15/02 – Segunda-feira – 18h – Ceará x Fluminense – Arena Castelão

37ª rodada

21/02 – Domingo – 18h15 – Santos x Fluminense – Vila Belmiro

38ª rodada

25/02 – Quinta-feira – 21h30 – Fluminense x Fortaleza – Maracanã

Brasileirão da Série A: relação de jogos da 35ª rodada

Sábado (06/02)

19h

Bahia 3×3 Goiás – Arena Fonte Nova

21h

Atlético-GO 1×1 Santos – Antônio Accioly

Domingo (07/02)

20h30

Red Bull Bragantino x Flamengo – Nabi Abi Chedid

Segunda-feira (08/02)

20h

Botafogo x Grêmio – Nilton Santos

Quarta-feira (09/02)

19h

Internacional x Sport – Beira-Rio

19h15

Fortaleza x Vasco – Arena Castelão

21h

São Paulo x Ceará – Morumbi

21h30

Fluminense x Atlético-MG – Maracanã

Corinthians x Athletico-PR – Neo Química Arena

Quarta-feira (17/02)

Coritiba x Palmeiras – Couto Pereira (horário indefinido)



Por Explosão Tricolor

E-mail para contato: explosao.tricolor@gmail.com

PUBLICIDADE