Qual foi a surpresa?




Fluminense
O torcedor do Fluminense quer um 2015 tranquilo (Foto: Globo.com)

Com toda sinceridade: alguém estava 100% confiante no Fluminense para este jogo contra o Macaé? Com quatro desfalques, a situação complica. E complica mais ainda, quando o time perde sua dupla de ataque que anda afiada. Em outros tempos, estes desfalques não serviriam de desculpa para justificar uma derrota para o organizado Macaé.

Por falar em organização, a vitória do nosso adversário foi mais do que merecida. A falta que originou o gol deles não existiu, mas eles jogaram melhor. Se eu fosse o Cristóvão, trocaria uma ideia com o Josué Teixeira, treinador do Macaé. Pensando bem, acho que o nosso treinador tem que trocar ideia com muitos outros técnicos.

Depender do Cristóvão com este atual elenco do Fluminense, montado com base em scouts de times rebaixados para divisões inferiores, é algo bem complicado. Ou será que alguém esqueceu a declaração do nosso vice de futebol, o Mário Bittencourt? Vou refrescar a memória de vocês:

“São jogadores que vínhamos acompanhando através do nosso departamento de scout, fazendo avaliações muito bem detalhadas e que achávamos necessário para fazer uma recomposição do nosso elenco, pois tivemos perdas em razão de término de contrato, venda de atletas e empréstimos que ainda acontecerão”, disse Mario Bittencourt, no dia 24 de dezembro de 2014.

Pois é, Mário, o último cara que vi adotando esta política no Fluminense, foi o Renê Simões, no início de 2009, quando ele indicou o limitadíssimo Jaílton, ex-volante do Flamengo, alegando que o rapaz tinha arrebentado nas estatísticas do Brasileirão de 2008. O final da história, nem preciso dizer…

Gente, futebol não é brincadeira. O futebol do Fluminense tem que ser gerenciado com responsabilidade e conhecimento de verdade. Estamos na era do profissionalismo, mas o amadorismo parece que está “bombando” no atual Fluminense. É tanto amadorismo, que somos obrigados a ter que aturar um jogador obeso e sem vontade alguma de vestir a camisa do Fluminense. Me desculpe o termo, mas isso é uma TREMENDA SACANAGEM com o torcedor do Fluminense.

A vaca ainda não foi para o brejo, mas faltam somente cinco rodadas. Teremos um Fla x Flu na reta final… Ainda dá para se classificar, mas fica a pergunta: será que vale a pena? Se perder, teremos que aguentar zoações dos rivais. Se vencer, mascarará muitas coisas importantes.

A torcida continuará firme e forte. Mas não me peçam para tapar o sol com a peneira…

EXPLOSIVAS DO GUERREIRO:

1 – O Wagner está em péssima fase. Tudo bem que ele ficou parado por um tempo, mas já são três jogos seguidos e nenhuma evolução.

2 – Não entendi a troca do Gérson. O garoto não estava tão bem no jogo, mas com certeza, estava muito melhor que o Wagner.

3 – O Jean é outro que joga quando quer. Assim fica difícil.

4 – Dos sete reforços contratados, apenas o Giovanni firmou, e mesmo assim, por causa da falta de concorrência. O restante já está caindo no “Valão da Saudade”…

Saudações Tricolores!

Vinicius Toledo

Siga-nos no Twitter e curta nossa página no Facebook

PUBLICIDADE