Relembre: Fluminense x Botafogo tem tudo para pegar fogo




Se o resultado em campo foi empolgante, fora dele a situação é cada vez mais de “guerra”. Desde o começo do campeonato brigando com a FERJ, o Fluminense enfrentará, talvez, um dos maiores aliados da Federação: o Botafogo.

Há algumas semanas, Peter Siemsen foi o primeiro a pôr lenha na fogueira:

– O Botafogo está totalmente alinhado com a Federação, não sei o que eles querem com isso. Talvez uma conta bancária mais alta – disse o presidente ao jornal “Extra”.

E foi rebatido pelo presidente alvinegro, que inclusive falou em não permitir mais que o Fluminense jogue no Engenhão, onde o tricolor levantou dois campeonatos brasileiros e um carioca:

– Foram declarações ofensivas e descabidas, uma vez que não compete a nenhum dirigente de qualquer outra entidade, opinar ou julgar os atos da direção do Botafogo. (…) As levianas declarações que nos foram lançadas demonstram, claramente, a postura oportunista do Fluminense, pseudo engajado com os problemas, mas, de fato, desagregador e irresponsável. A alegação de que o Botafogo se posiciona em troca de dinheiro é mentirosa e inaceitável.

Já dentro de campo, no primeiro Clássico Vovô, o Flu saiu na frente com show do Casal Sub-20 e venceu por 3 a 1. Sem Kenedy (suspenso), Gerson ficará desfalcado de seu principal companheiro, mas poderá mostrar ainda mais por que ganhou o apelido de ‘Gershow’ da torcida tricolor.

Por Explosão Tricolor / Fonte: Globoesporte.com / Foto: Bruno Haddad (FFC)

PUBLICIDADE