Rubinho comenta que o Flu e Fla tiveram falhas próprias e fala em discutir o futuro de forma democrática




O presidente da FERJ, Rubens Lopes, comentou sobre o desfecho do Carioca. O dirigente mais uma vez deu uma alfinetada nos dois clubes, que estão rebelados contra a entidade:

– Flamengo e Fluminense não chegaram à final porque levaram para o campo as questões que estavam fora – disse.

Indagado se a Ferj estaria satisfeita com a decisão entre os dois aliados (Vasco e Botafogo), ele se esquivou.

– Quem tem boca fala o que quer – disse, sem querer entrar no assunto, para depois emendar o seguinte:

– Para mim, a casa do futebol é essa. Eles têm assento garantido aqui, é deles. A voz é deles e o voto é deles. Estou sempre disposto ao futebol do Rio. O que não pode é tomar atitudes contra o futebol do Rio e colocar a culpa em terceiros. A atitude deles desde o começo foi totalmente depreciativa para o campeonato e o Carioca superou tudo isso. Chegou ao final bem, muito disputado – afirmou Rubens Lopes, que ainda reforçou a ideia de discutir os rumos do futebol do Rio:

– Tem que conciliar. Podemos conversar a qualquer hora, por algo que seja benéfico ao futebol. Mas não por uma imposição, só o regulamento que o Fluminense quiser ou que o Flamengo quiser.

Por Explosão Tricolor / Fonte: Lance!

PUBLICIDADE