Secretário da CBF garante que o Brasileirão não será paralisado em função da Covid-19




Foto: Lucas Figueiredo/CBF



Dirigente minimizou o número de jogadores infectados pelo novo coronavírus

Em entrevista aos canais Fox Sports, na noite desta terça-feira (11), o secretário-geral da CBF, Walter Feldman, garantiu que o Campeonato Brasileiro não será paralisado em função do grande número de jogadores diagnosticados com Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus. Na visão do dirigente, não há motivo para o torneio ser parado ou ter seu regulamento alterado.

– Em nenhum momento passou por nós qualquer perspectiva de paralisação, porque não há motivo para isso. Neste momento, não nos parece relevante, e a dimensão dos acontecimentos ainda não foi suficiente para que tivéssemos que pensar num ‘plano B’, como encurtamento do campeonato, redução das 38 rodadas ou mover todos os clubes para um só local, como outros países fizeram. Nós mantivemos reuniões com os clubes, que pediram à CBF que tentasse ao máximo possível conservar as 38 rodadas, para que a gente pudesse manter os compromissos de contratos com as detentoras dos direitos de televisão, tendo em vista que encerramos o fluxo de entrada de bilheteria e tivemos muita redução na área de patrocinadores. Vocês sabem muito bem que a situação dos clubes é muito difícil, vários deles com dificuldades a curto prazo. Eu diria que os primeiros movimentos são difíceis, nós (da CBF) entendemos as críticas, são bem-vindas, não respondemos com mágoa ou linha-dura. Nós compreendemos. A saúde deve sempre estar em primeiro lugar, mas temos tudo pensado para as alternativas necessárias se os problemas forem se acumulando –  disse Walter Feldman.

Clique aqui e veja a lista com as últimas notícias do Fluzão!



Por Explosão Tricolor / Fonte: ESPN

E-mail para contato: explosao.tricolor@gmail.com

PUBLICIDADE