Taça Libertadores da América: a importância financeira da vaga para o Fluminense




Dólar



Fluminense sonha com participação na próxima edição 

Ocupando a quinta colocação na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro, o Fluminense sonha com uma vaga na próxima edição da Taça Libertadores América. O Tricolor das Laranjeiras não disputa a competição continental desde 2013.

Com relação ao aspecto financeiro, a vaga na fase de grupos da Libertadores é a garantia de entrada de grande receita financeira. Na atual edição da competição, cada clube que disputou a fase de grupos recebeu uma cota de US$ 3 milhões (cerca de R$ 16 milhões – cotação do dia 26/11/20).

Além da boa cota referente à fase de grupos, as premiações pelas classificações a partir das oitavas de final também são bem relevantes. Confira abaixo:

– Fase de grupos: US$ 3 milhões (R$ 17 milhões)

– Oitavas de final: US$ 1,05 milhão (R$ 5,95 milhões)

– Quartas de final: US$ 1,5 milhão (R$ 8,5 milhões)

– Semifinais: US$ 2 milhões (R$ 11,32 milhões)

– Vice-campeão: US$ 6 milhões (R$ 34 milhões)

– Campeão: US$ 15 milhões (R$ 84,94 milhões)

Para fazer com que o sonho vire realidade, o Fluminense terá o returno do Brasileirão pela frente para buscar a tão sonhada vaga na Taça Libertadores da América 2021. O aproveitamento da equipe comandada pelo técnico Odair Hellmann, que é de 56,1%, está dentro da faixa que garantiu vaga no G-4 em algumas edições anteriores. Confira os históricos de percentuais de aproveitamento do G-4 e G-6:

G-4 das últimas dez edições do Brasileirão (vaga direta na fase de grupos)

Brasileirão 2019

4º colocado → 65 pontos (Aproveitamento: 57%)

Brasileirão 2018

4º colocado → 66 pontos (Aproveitamento: 57,9%)

Brasileirão 2017

4º colocado → 62 pontos (Aproveitamento: 54,4%)

Brasileirão 2016

4º colocado → 62 pontos (Aproveitamento: 54,4%)

Brasileirão 2015

4º colocado → 62 pontos (Aproveitamento: 54,4%)

Brasileirão 2014

4º colocado → 69 pontos (Aproveitamento: 60,5%)

Brasileirão 2013

4º colocado → 61 pontos (Aproveitamento: 53,5%)

Brasileirão 2012

4º colocado → 66 pontos (Aproveitamento: 57,9%)

Brasileirão 2011

4º colocado → 61 pontos (Aproveitamento: 53,5%)

Brasileirão 2010

4º colocado → 63 pontos (Aproveitamento: 55,2%)

G-6 das últimas quatro edições do Brasileirão (vaga na Pré-Libertadores)

2016

Athletico-PR terminou na sexta colocação, com 57 pontos, ou seja, com um aproveitamento de 50%.

2017

Chapecoense terminou na oitava colocação, com 54 pontos, ou seja, com um aproveitamento de 47,36%.

Clique aqui e veja a lista com as últimas notícias do Fluzão!

2018

Atlético-MG terminou na sexta colocação, com 59 pontos, ou seja, com um aproveitamento de 51,75%.

2019

Corinthians terminou na oitava colocação, com 56 pontos, ou seja, com um aproveitamento de 49,12%.



Por Explosão Tricolor

E-mail para contato: explosao.tricolor@gmail.com

PUBLICIDADE