Técnico da seleção brasileira olímpica, André Jardine acompanha vitória do Fluminense sobre o Flamengo nas Laranjeiras






Treinador esteve nas Laranjeiras a convite da diretoria do Fluminense

Da tribuna do Estádio de Laranjeiras, o técnico André Jardine testemunhou a goleada do Fluminense por 4 a 1 sobre o Flamengo, na tarde desta quarta-feira (22), pela ida da final do Campeonato Carioca Sub-20. Convidado pelo Tricolor, o treinador da seleção brasileira olímpica acompanhou jogadores que já estão em seu radar para futuras convocações, a quem chamou de jovens talentos, e, após a partida, teceu elogios ao trabalho desenvolvido em Xerém.

– Parabenizo o Fluminense pelo grande jogo. Um Fla-Flu sempre é gostoso de assistir, por tudo que envolve, a história. E hoje realmente foi um jogo cheio de emoção. Além dos gols teve bolas na trave, foi uma grande atuação do Fluminense diante de uma grande equipe que é o Flamengo. Foi um jogo de ótimo nível, com muitos jogadores talentosos. Muito bacana de assistir a um jogo de Sub-20 como esse, com os clubes dando valor à categoria, descendo jogadores que já estão no profissional. É importante que eles tenham essa vivência de jogos decisivos, clássicos. E a gente consegue ver um jogo de um nível maior, cheio de emoção, com muitos lances de gol. São duas escolas que anos após ano formam jogadores de altíssima qualidade, é impressionante. Em todas as convocações, dificilmente não tem um ou dois jogadores do Fluminense. Essa geração, em especial, é uma geração muito forte. Está de parabéns o Fluminense, Xerém, que é uma grande escola formadora, não só para o Fluminense como para o futebol brasileiro e sua seleção – disse André Jardine.

Após a conquista da medalha de ouro nos Jogos de Tóquio, André Jardine acelerou o processo de planejamento para a próxima Olimpíada, em Paris-2024. Com o cancelamento do Sul-Americano Sub-20, o trabalho de observação dos jogos da categoria são o carro-chefe do planejamento para o ciclo olímpico que já está a todo vapor.

– Não é um trabalho que começa do zero, já que a próxima geração olímpica é a que até esse ano é a Sub-20. Infelizmente o Sul-Americano da categoria foi cancelado, mas é uma geração que a gente conhece bem. Acredito que serão esses garotos que darão suporte para a próxima seleção olímpica. E é uma geração muito forte. A gente já tem tudo muito bem mapeado. É claro que ainda tem muito tempo pela frente, muita coisa vai acontecer até lá é muito jogador vai surgir ainda. Mas a gente tem uma boa parte do caminho já está traçado é percorrido, e a gente já está louco para que comece o próximo ciclo. Muitos jogadores que já foram convocados e outros que estão no nosso radar. Em seguida vai começar esse processo e aqui havia vários jogadores que vão concorrer a esse espaço – afirmou o treinador.

Nos Jogos Olímpicos de Tóquio, André Jardine conviveu com três profissionais do Fluminense: o zagueiro Nino, a quem o treinador fez questão de rasgar elogios, além do preparador físico Marcos Seixas e do médico Março Azizi. O comandante da seleção brasileira elogiou a homenagem prestada pelo Tricolor ao trio na sala de troféus das Laranjeiras pela conquista da medalha de ouro no Japão.

– Muito justa essa homenagem. Além de um grande jogador, o Nino é uma grande pessoa, de um coração gigante. É um menino que a gente tem um carinho muito grande e vai ter para o resto da vida por tudo o que a gente viveu junto lá. Ele sabe o quanto eu o admito e vou torcer para que ele tenha uma carreira brilhante até o fim. E a homenagem é justa. Também ao Dr. Azizi e ao Marcos Seixas, que conquistou seu segundo ouro. Isso é de tirar o chapéu. Parabéns ao Fluminense e a esses profissionais – concluiu.

Clique aqui e veja a lista com as últimas notícias do Fluzão!



Por Explosão Tricolor

E-mail para contato: explosao.tricolor@gmail.com

PUBLICIDADE