Total falta de respeito




Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Apesar do tratamento de gado da CBF e das federações, milhões de torcedores seguem acompanhando os seus respectivos times. Não tem jeito, por mais que a razão mostre tantas atrocidades, o torcedor não desiste.

É falta de transparência de dirigentes, informações desencontradas, etc…

Proibições de festas dentro dos estádios e até de entrada de bandeira.

Jogador comemorar gol com a galera? Nem pensar. A regra não permite. Ora bolas, que porra de regra é essa? O autor é um… deixa pra lá!

Ainda tem o tratamento de dois pesos e duas medidas, ou seja, dependendo do clube, algumas coisas valem, outras não e segue o jogo.

A última agora foi a mudança da data do jogo do Fluminense contra o Moto Club, pela Copa do Brasil.

Por conta da possibilidade de um Fla-Flu na semifinal da Taça Guanabara, a CBF alterou a data de 12 para 26 de fevereiro, ou seja, em plena quarta de cinzas.

As datas disponíveis para as semifinais da Taça Guanabara são: 12, 13 e 16. Como o Flamengo disputará a final da Supercopa do Brasil no dia 16, sobrou para quem? Fluminense, é claro.

Com a intenção de prestigiar o Tricolor, comprei um pacote para São Luís. Porém, com essa mudança, fiquei na saudade já que não poderei ir na nova data e dificilmente recuperarei os valores. Vale ressaltar que outros tricolores também estão na mesma situação.

É uma puta de sacanagem, mas que serve de aprendizado. Definitivamente, os caras que comandam o futebol brasileiro cagam e andam para os torcedores. Sim, isso não é novidade, mas quando você sente no próprio bolso, a revolta vai lá nas alturas.

Definitivamente, o 7 a 1 da Alemanha segue mais vivo do que nunca no futebol brasileiro.

Forte abraço e ST

Vinicius Toledo



PUBLICIDADE