Visão geral sobre o retorno do Fred ao Fluminense




Foto: Daniel Perpetuo / FFC



Na noite de ontem, tive o prazer de realizar uma live (assista ao vídeo no final do texto) com os meus amigos Daniel Penna, Elimilson Brandão, Eric Costa e Pedro Arthur sobre o retorno do Fred ao Fluminense.

Infelizmente, a conexão da minha Internet ficou instável. Sendo assim, a rapaziada deu sequência ao debate. E a resenha foi bacana! A bancada falou sobre o peso institucional do ídolo, Marketing, Finanças e formação ideal do time. Porém, de forma bem direta, deixarei aqui registrado o meu ponto de vista sobre o retorno do Fred:

Institucional

Foi uma grande bola dentro, pois é um dos grandes ídolos da história do clube e, principalmente, por ter o apoio de grande parte da torcida.

Marketing

Essa parte é mais complexa, pois envolve diversas etapas. Porém, a primeira etapa deu muito certo. E daria de qualquer jeito, pois o retorno do ídolo já tinha o apoio de boa parte da arquibancada, ou seja, já era algo esperado.

Em termos de mídia, o Fred conseguiu trazer muito holofote para o clube. No “Bem Amigos“, do SporTV, por exemplo, o camisa 9 tricolor ocupou cerca de trinta minutos do programa. O “Tour do Fred” também está ajudando a colocar o Fluminense com uma presença maior na mídia. Até a bola rolar, não tenho dúvida alguma de que o Fred manterá o Fluminense como um dos destaques nas mídias e redes sociais.

Comercial

O retorno comercial do Fred será um grande desafio para o Fluminense por conta da histórica recessão econômica que já começa a pintar no mundo inteiro. As pequenas empresas já estão fechando as portas. Já as médias e grandes estão enxugando os seus quadros, reduzindo custos e até revendo conceitos de mercado por conta das mudanças de hábitos de consumo da população. Ou seja, o mercado ficará parado por um bom tempo.

Diante do cenário exposto no parágrafo acima, alavancar o sócio-futebol e buscar patrocínios serão tarefas bem complicadas. Sendo assim, o setor de Marketing terá que ter uma criatividade fora do comum justamente no pior período econômico dos últimos tempos.

Financeiro

É um tema delicadíssimo já que o clube possui gravíssimos problemas financeiros. São cerca de R$ 660 milhões (R$ 257 milhões a curto prazo, ou seja, para 2020).  No entanto, se o presidente Mário Bittencourt afirmou que não estouraria o orçamento, então essa responsabilidade é toda dele. Vale lembrar que o orçamento para 2020 ainda não foi apresentado.

Encaixe do Fred no time

Tecnicamente, o Fred é craque. Fato! Com relação ao seu condicionamento físico, ele vem sendo submetido a uma intensa preparação. No entanto, é bom considerar que a idade sempre pesa de alguma forma.

Sobre o encaixe do Fred no time, acredito que a melhor formação seja o 4-4-2. De cara, não consigo enxergar a mínima possibilidade de escalar Ganso, Nenê e Fred juntos.

Considerando a performance de cada jogador antes da paralisação e a chegada do Fred, a minha formação titular seria a seguinte: Marcos Felipe; Gilberto, Nino, Matheus Ferraz e Egídio; Hudson, Yago Felipe, Nenê e Marcos Paulo; Fernando Pacheco e Fred. No entanto, acredito que quando os jogadores retornarem aos treinamentos, muitas coisas mudarão por conta da longa paralisação. Mas isso é papo para outro dia!

Por hoje é só.

Forte abraço e ST!

Vinicius Toledo



PUBLICIDADE