Vítor Pereira desabafa sobre ‘tempestade’ de lesões no Corinthians e diz ‘não ter ideia’ de quem escalar contra o Fluminense




Fagner (Foto: Divulgação)



Nesta terça-feira (28), Corinthians e Boca Juniors empataram em 0 a 0, na Neo Química Arena, pelo jogo de ida das oitavas de final da Conmebol Libertadores. O Alvinegro até poderia ter saído com a vitória se não fosse o pênalti desperdiçado por Róger Guedes.

Após a partida, o técnico Vítor Pereira demonstrou preocupação quanto as baixas do elenco. Isso porque o zagueiro Fagner voltou a sentir dores na coxa e deixou o jogo ainda no intervalo. Já o atacante Willian, com problemas no ombro, precisou ser substituído nos minutos finais.

– Jogamos no limite das opções que temos e penso que fizemos um bom jogo. Eles têm muitos jogadores, muitas boas opções. E nós, pelo calendário que temos, temos muitos jogadores afetados na Libertadores. Uma prova de que deveríamos provar nosso elenco, mas não podemos, porque o calendário brasileiro vai nos massacrando, massacrando, perdendo jogadores, hoje, mais dois. Temos que jogar contra o Fluminense e depois na Argentina para enfrentar o Boca mais uma vez – começou por afirmar:

Nunca na minha vida tive um cenário desses. Realmente, são muitos jogadores, dá quase para fazer uma equipe. Quando enfrentamos o Boca pela primeira vez, tínhamos muito mais soluções do que temos agora. Hoje, tivemos menos soluções, mas o que importa é o espírito do Corinthians, que esteve em campo e quase saímos com a vitória. Vamos tentando sobreviver a essa tempestade, a eliminatória está em aberto e vamos lá para lutar pela vitóriaMas, depois de hoje, teremos Fagner e William fora, não me parecem lesões de três ou quatro dias – lamentou o português.

Clique aqui e veja a lista com as últimas notícias do Fluzão!



Por Explosão Tricolor

E-mail para contato: explosao.tricolor@gmail.com

PUBLICIDADE