Walter confirma propostas, diz que deve ficar e tira onda com caneta




Confira abaixo, a entrevista com o Walter:

PROPOSTAS

– Hoje eu posso falar que foram três propostas para mim: Santos, Flamengo e Goiás. Essas três posso falar que aconteceram. Não deu certo, tem o Porto envolvido, o próprio Fluminense. Não posso dizer que não tive nada. Graças a Deus tive propostas, mas nada aconteceu. Se não for aqui, tenho que buscar meu espaço. Mas eu sou o tipo de pessoa que, se não me sentir bem, bato na porta e peço para sair.

CAMPEONATO CARIOCA

– Perdi de seis a sete quilos. Estou focado para fazer um Carioca bom, no ano passado meu Carioca foi bom, caímos na semifinal. Meu foco é estar bem. Quando o professor optar por mim, eu quero dar conta do recado. Vim para cá sabendo que seria difícil jogar. Fred é um jogador de qualidade, um cara conhecido mundialmente. Vou deixar a minha vida na mão de Deus e quem sabe dar a voltar por cima – comparou.

CRÍTICA DA TORCIDA

– É normal, em início de temporada, o jogador receber propostas. Graças a Deus eu tenho mercado. Ouvi muita coisinha de algumas pessoas aqui no sábado. A torcida falou um monte de coisas, mas eu tenho mercado.

CANETA NO GIOVANNI

– Rapaz, aquele lance foi muito bonito. Eu sempre procuro fazer aquela jogada na linha de fundo. Dessa vez foi dentro da área. Estou até com o pé doendo, porque o Cavalieri veio tentar tirar, mas eu tinha que fazer o gol depois daquilo. O Giovanni, coitado, tentou me segurar, mas quando viu já tinha ido. Mas aquele gol tem que ser no jogo. Se eu fizer desses no jogo, fico uma semana sem treinar (risos) – brincou.

Por Explosão Tricolor / Fonte: GloboEsporte.com / Foto: Richard Souza

PUBLICIDADE