Agora é a hora do couro comer




Foto: Lucas Merçon / Fluminense FC

Utilize o cupom de desconto do Explosão Tricolor no ato da compra → explosaotricolor



Agora o couro vai comer

Em ritmo de treino, o Fluminense passou por cima do River. Eles até tentaram fazer uma pressão inicial na base do “bumba meu boi”. No entanto, a rapaziada comandada pelo Fernando Diniz foi logo tratando de se impor. Aí, meus amigos e minhas amigas, não teve jeito.

A parada foi resolvida antes do intervalo com um 3 a 0 construído sem grandes dificuldades. Na volta do intervalo, ritmo cadenciado, adversário na roda e mais dois gols para fechar a conta em Teresina.

O Fluzão cumpriu com a sua obrigação. Ou seja, goleou sem riscos. É verdade que o placar poderia até ter sido maior, caso o Everaldo tivesse tido uma performance melhor nas finalizações. Mas tá valendo! O importante foi garantir a vaga à segunda fase e, consequentemente, uma cota de R$ 1,25 milhão.

Uma coisa que me chamou atenção foi a atitude do Airton logo após o primeiro gol. Na comemoração, Luciano, Everaldo e Daniel fizeram a já tradicional pose dos braços cruzados com cara de sério. O nosso camisa cinco logo tratou de chamá-los. Posso até estar equivocado, mas a impressão que me deu é a de que o Airton tratou logo de cortar a comemoração pelo fato de ser um jogo eliminatório. Como ainda estava no início, realmente não era hora para fazer pose. A enquadrada positiva foi bastante oportuna. Mostrou seriedade, concentração e foco.

Agora é Fla-Flu. E sem esse papo de time reserva. Sabemos que o “sistema é foda”, mas não dá para fugir da batalha. Se vencermos, será maravilhoso. E se não der para vencer, paciência, vida que segue e a luta continua. O que não pode é perder o foco. Fernando Diniz está bem neste início de trabalho. Merece todo o nosso apoio e confiança. Sendo assim, vamos comprar o barulho no próximo sábado e botar uma fé na rapaziada.

Compactuo com a revolta do presidente Pedro Abad com relação ao que ocorreu no clássico contra o Vasco, mas agora é a hora do couro comer. Ou seja, o Fluminense tem que lutar até o fim para passar por cima de todas as sacanagens!

Rapidinhas

Linha de frente ‘bigode grosso”

Paulo Henrique Ganso, Yony González, Pedro e Luciano. Esse quarteto inteiro em todos os sentidos pode ser considerado uma das três melhores linhas de frente do futebol brasileiro.

Iniciou bem

Estou gostando deste início do Matheus Ferraz. Tem passado segurança e até firmeza para sair jogando. O Fla-Flu será um bom teste.

Nó tático?

Sabemos que o Abelão é especialista em levar nó tático da nova geração de treinadores do futebol brasileiro. Vamos ver o que o Fernando Diniz aprontará no sábado…

Forte abraço e Saudações Tricolores!

Vinicius Toledo

PUBLICIDADE