Apatia institucional






Na derrota do Fluminense para o Corinthians por 1 a 0, na última quarta-feira, o “golpe de karatê” do Fábio Santos no peito do Raúl Bobadilla e um pênalti escandaloso no Caio Paulista acabaram passando batido na transmissão e também na imprensa esportiva.

Confesso que esperava alguma manifestação do presidente Mário Bittencourt, que sempre prometeu uma forte defesa institucional. Porém, ninguém da diretoria se manifestou publicamente sobre os dois lances.

Essa apatia do clube é algo muito preocupante, pois passa uma perigosa impressão de que nem os seus próprios dirigentes se importam com o Fluminense. No mínimo, um desabafo através de uma nota, entrevista ou até um pedido de esclarecimento da Comissão de Arbitragem. Um posicionamento registrado publicamente já seria o suficiente para fazer uma pressão e sinalizar existência de defesa institucional.

Preocupante esse silêncio, muito preocupante…

Seguem as imagens dos lances, pois acho válido deixá-las registradas aqui no espaço.

Pênalti no Caio Paulista

Chute no peito do Bobadilla

Nenhuma descrição disponível.

Nenhuma descrição disponível.



PUBLICIDADE