Cálculo básico da “brincadeira” de 2018




Foto: Fluminense FC

Ganhe 5% de desconto na Loja Virtual do Flu! Como? Utilize o código promocional no ato da compra: explosaotricolor



Cálculo básico da “brincadeira” de 2018

Erro do Marcelo Teixeira em e-mail enviado ao Sport e R$ 4 milhões bloqueados na Justiça. Esqueceu? Caso Diego Souza. Acho que não preciso detalhar a história, correto?
Imbróglio com Gustavo Scarpa e no final das contas teve que fazer acordo para pegar pouco mais de R$ 6 milhões. Prejuízo de, no mínimo, uns R$ 6 milhões, considerando que, no final do ano passado, comentava-se que o jogador seria vendido por cerca de R$ 30 milhões. Como o Fluminense era dono de 40%, a sua parte na negociação seria de R$ 12 milhões, mas a diretoria deu mole.
No início do ano, a diretoria anunciou o patrocínio da Valle Express, tirou onda que ela era melhor que a Caixa e no final levou um calote. Resultado: tá correndo atrás na Justiça de quase R$ 9 milhões. Ainda sobre a Valle, o detalhe interessante é que a empresa abriu processo de falência. Ou seja, cheirinho de calote no ar. Por falar em calote, como está o processo contra a Dryworld na Justiça do Canadá? Dançamos?
Ao longo deste ano, vimos declarações de dirigentes e apoiadores da gestão de que um patrocínio master não resolveria os problemas do Fluminense. Nisso, eu até concordo, mas vamos lá…
Qual o valor atual da dívida do Fluminense com o elenco? Até a quitação de um mês de direito de imagem e CLT, o valor estava em R$ 11 milhões. Considerando que um patrocínio da Caixa gira de R$ 10 a 12 milhões anuais… Não vou nem comentar sobre as entradas de dinheiro das vendas de jogadores, mecanismo de solidariedade da FIFA, premiações por classificações, cotas de TV, etc…
E olha que os caras iniciaram 2018 afirmando para Deus e o mundo que o maior reforço do Fluminense para 2019 seria o salário em dia. Detalhe: com uma das menores folhas salariais da história recente do clube. É mole ou quer mais? Vou encerrar por aqui, mas acho que você já captou a mensagem…
Forte abraço e Saudações Tricolores!
Vinicius Toledo

PUBLICIDADE