Clássico contra o Vasco, oportunidade de disputar a Libertadores, chegada de reforços e muito mais: leia a entrevista coletiva de Martinelli




Martinelli (Foto: Lucas Merçon / Fluminense F.C.)



Volante concedeu entrevista coletiva antes do treinamento desta segunda-feira

Na tarde desta segunda-feira (29), o volante Matheus Martinelli concedeu entrevista coletiva no CT Carlos José Castilho. O meio-campista falou sobre o clássico contra o Vasco da Gama, oportunidade de disputar a Libertadores, diferenças entre os trabalhos de Roger Machado e Marcão, chegada de reforços, sonho de participar dos Jogos Olímpicos e muito mais. Confira abaixo todas as respostas do jogador:

Clássico contra o Vasco da Gama 

“É um jogo muito difícil. Clássico é sempre decidido em detalhes. Temporada passada tivemos um ótimo desempenho em clássicos, graças à força do grupo. Já viemos estudando o adversário e tenho certeza que faremos um grande jogo e, se Deus quiser conquistaremos a vitória. Vimos um pouco do jogo deles. É um time que está vindo em reconstrução.

Sabemos que será um grande jogo, praticamente um divisor de águas. Temos que estar focados para garantir os 3 pontos e entrar de novo no G-4, porque o campeonato já está afunilando. Temos totais condições de vencer e entrar nessa briga pelo G-4.”

Derrota para o Volta Redonda 

“Muita gente estava voltando. Sabemos que não fizemos um bom 1º tempo. O que ficou para nós foi a reação no 2º tempo. Fizemos um belo 2º tempo, apesar do gol no fim. Será uma postura diferente. Conversamos, analisamos este jogo, onde falhamos. Vamos tentar minimizar essas falhas porque clássico é decidido no detalhe. Vamos explorar nosso lado forte, criamos bastantes chances, e tenho certeza que no clássico vamos nos impor bastante e tentar sair com o resultado positivo.”

Oportunidade de disputar a Libertadores

“O trabalho lá de Xerém e de todos os profissionais daqui que me capacitaram e me deixaram pronto para que quando tivesse uma oportunidade eu pudesse corresponder bem. Fico feliz em estar respondendo bem. Quanto à Libertadores, é um sonho de menino. Desde pequeno sempre assisti essa competição. É um sonho sendo realizado disputar pelo Fluminense. Assim como os mais novos estão felizes em disputar a primeira Libertadores, temos os mais experientes que já jogaram edições e estão com o mesmo sentimento.”

Diferenças entre os trabalhos de Roger Machado e Marcão

“Sabemos que não mudou muito. São estilos jogos parecidos. Fizemos uma ótima temporada. O Roger tem ideias muito claras, nos passa nos treinamentos. Tenho certeza que com essas ideias vamos ser um time ainda mais forte que a temporada passada. Temos tudo para fazer um grande ano.

Ele (Roger Machado) sempre conversa com os atletas, onde gosta, onde se sente bem adaptado. Isso extrai o melhor do atleta, que fica mais à vontade. Ele sempre passa nosso posicionamento, instrui muito bem, tem ideias claras. Tenho certeza que vai implementar muito na nossa equipe e faremos uma excelente temporada.”

Chegada de reforços

“Quanto a contratações, não sabemos de nada. Deixamos com a diretoria do clube. Se chegarem reforços, vamos acolher muito bem, senão chegarem, sabemos que temos um grupo muito qualificado, mostramos isso na temporada passada.”

Sonho de participar dos Jogos Olímpicos

“É um sonho de garoto para mim. Todo atleta quer representar seu país. Eu, focado dentro do clube, fazendo meu trabalho, isso vai acabar fazendo alguém ver. Se for minha hora, ficarei muito feliz e pretendo ajudar a Seleção.”

Concorrência com volantes experientes

“Temos uma relação muito boa. Sempre conversamos. Eles, como mais experientes, passam informações, o que podemos melhorar, o que precisa ser feito. Temos uma relação muito saudável, uma disputa saudável. Quem for acionado vai estar pronto e vai corresponder.”

Avanço da pandemia no Brasil

“Essa questão da pandemia realmente está muito feia. Tomara que melhore para frente. Mas estamos focados no campo. Fora do campo o Fluminense sempre nos deu total segurança. Deixamos esse critério para a CBF, para a Ferj, para o Ministério da Saúde tomarem as melhores decisões possíveis.”

Jogos fora da cidade do Rio de Janeiro

“Sabemos que não estamos acostumados, tem a questão do campo, mas isso não pode ser um obstáculo para a gente. Estamos tentando nos adequar, sabemos que o campo (em Bacaxá) não era muito bom. Amanhã temos um outro jogo e estamos nos acostumando a essas viagens. Vamos nos adaptar ao melhor jeito possível.”

Clique aqui e veja a lista com as últimas notícias do Fluzão!

Agenda do Fluminense:

7ª rodada da Taça Guanabara

30/03 – Terça-Feira – 21h35 – Fluminense x Vasco da Gama – Raulino de Oliveira

Por Explosão Tricolor

E-mail para contato: explosao.tricolor@gmail.com

PUBLICIDADE