Críticas ao futebol apresentado pelo Fluminense, mudança no meio-campo, clássico contra o Flamengo e muito mais: leia a entrevista coletiva de Yago Felipe




Yago Felipe (Foto: Lucas Merçon / Fluminense F.C.)



Volante concedeu entrevista coletiva no CT Carlos José Castilho

Na tarde desta terça-feira (19), o volante Yago Felipe concedeu entrevista coletiva no CT Carlos José Castilho. O meio-campista falou sobre as críticas ao futebol apresentado pelo Fluminense, preferência por posicionamento, mudança no meio-campo, clássico contra o Flamengo e muito mais. Confira abaixo todas as respostas do jogador:

Críticas ao futebol apresentado pelo Fluminense

“Claro que, dentro de uma temporada, todas as equipes têm seus altos e baixos. A gente tem que ter a consciência para que, em momentos não tão bons assim, de nos fecharmos e, mesmo assim, conquistarmos os resultados. Tem jogos que dá para jogar futebol bonito, para cima, propondo jogo, mas tem jogos que a gente precisa marcar um pouco mais atrás para conquistar a vitória, os pontos. Independentemente de como a equipe vai estar, em um bom momento técnico ou não, a gente tem que sempre dar a vida para conquistar os pontos. Isso é importantíssimo dentro de um campeonato tão difícil como o Brasileiro.”

Preferência por posicionamento

“Prefiro jogar de frente, mas converso com o Marcão, com os jogadores, que a gente procura se adaptar e fazer o nosso melhor para o Fluminense. Independentemente de quem joga ou como joga, a gente tem que fazer o nosso melhor.”

Mudança no meio-campo

“Quando o Marcão assumiu, a gente não estava em uma situação muito confortável, principalmente, no Campeonato Brasileiro. E o Marcão optou por um sistema defensivo muito bom, para primeiro voltar a ganhar, voltar à primeira parte da tabela. Ele optou por jogadores mais de marcação no meio de campo, o que deu resultado, ficamos mais sete jogos sem perder.

Mas a gente entende, sim, que tem jogos que precisam de um meio ofensivo, que a gente precisa propor mais o jogo. E é o que o Marcão tem feito, tem conversado bastante, tem orientado, e a gente também comenta entre nós. Tenho certeza de que, assim como ele fez no último jogo contra o Athletico, pode fazer em outros jogos.”

Dores no tornozelo esquerdo

“Está tudo bem, é o mesmo ainda daquela lesão que sofri contra o Barcelona (de Guayaquil), na Libertadores. Então, volta e meia incomoda um pouco, mas não vai preocupar para o clássico.”

Clássico contra o Flamengo

“Muito feliz em poder estar disputando mais um. Independentemente de momentos ou situação financeira, é um campeonato à parte, é um clássico. A gente sabe a importância que tem não só para o nosso torcedor, mas aqui para o nosso ambiente, para o nosso dia a dia e para a sequência do Campeonato Brasileiro. Nós estamos muito preparados e concentrados para fazer um grande Fla-Flu.”

Presença da torcida no Fla-Flu

“A gente estava há muito tempo sem o nosso torcedor no estádio, mas, graças a Deus, com todos os protocolos de segurança, (eles) estão voltando. Bateu, sim, um pouco de ansiedade com o nosso torcedor, a gente queria mostrar tudo aquilo que a gente estava fazendo, mas não conseguimos e, de certa forma, isso vai frustrando. Minha expectativa é sempre a melhor, né?! O torcedor nos apoiando no Maracanã em um Fla-Flu é um sonho. Quem não quer jogar um Fla-Flu no Maraca com torcida? Então, a expectativa está lá em cima para que a gente possa fazer um grande jogo.

Expectativa é muito grande em ter o nosso torcedor nos apoiando em um Fla-Flu, um clássico, para mim, o maior… Estou muito feliz em poder estar fazendo parte disso. A volta, primeiro Fla-Flu com torcida, não só eu, mas toda torcida (está muito feliz).”

Clique aqui e veja a lista com as últimas notícias do Fluzão!



Por Explosão Tricolor

E-mail para contato: explosao.tricolor@gmail.com

PUBLICIDADE