Decisão de Copa do Mundo




Foto: Vinicius Toledo / Explosão Tricolor



A vitória sobre o CSA e os resultados dos jogos de quarta abriram um leque de possibilidades para o Fluminense nesta reta final do Brasileirão. Primeiramente, a possível permanência na Série A está nas mãos do próprio Fluminense. Com a derrota do Ceará para o Flamengo, há possibilidade de abrir quatro pontos de diferença em relação aos cearenses. Na sequência, se o Tricolor bater o Avaí e o Ceará perder para o Athletico-PR, o drama terminará de vez.

Sendo assim, a partida desta quinta, contra o Palmeiras, tornou-se uma espécie de decisão de Copa do Mundo. É complicada? Sim. No entanto, hoje é dia desse time entrar em campo sem medo de ser feliz, ou seja, com um único sentimento na ponta da chuteira: vencer ou vencer.

Além da luta pela permanência na Série A, a possibilidade de conquistar uma vaga na próxima edição da Copa Sul-Americana é muito real. Há quem rejeite por “n” questões, mas confesso que ainda sonho com a vaga. Com sérios problemas financeiros, a competição continental sempre ajuda na composição do orçamento do clube por conta de suas premiações. Na edição deste ano, o Fluminense arrecadou quase R$ 7 milhões em premiações. O clube também faturou razoavelmente em bilheteria nos jogos contra o Peñarol e Corinthians.

Sobre a provável escalação para o jogo contra o Palmeiras, Yuri fará muita falta sob o ponto de vista tático. O volante se encaixou muito bem à frente da zaga. Tudo indica que o Airton será o seu substituto. Na minha opinião isso é péssimo. O Dodi até poderia ser uma opção, mas formar o meio de campo com três jogadores baixos e não tão fortes fisicamente poderia piorar ainda mais a situação. Ou seja, o sinal de alerta está ligadíssimo!

Apesar dos problemas, todos os caminhos levam ao Maracanã. Mais tarde estarei lá com milhares de outros guerreiros e guerreira. Logo mais, o apoio da arquibancada será fundamental, ou seja, nada de vaias durante os noventa minutos. Fé!

Forte abraço e ST!

Vinicius Toledo



PUBLICIDADE