Em entrevista, Celso Barros fala sobre reencontro com Abel, recusa de convite, nota de colunista e aval por Marcão




Foto: Fluminense / Divulgação



Celso Barros falou sobre reencontro com Abel Braga

Em entrevista concedida aos jornalistas Diogo Finelli e Felipe Siqueira, ambos do portal GloboEsporte.com, o vice-presidente geral do Fluminense, Celso Barros, falou sobre o reencontro com Abel Braga, que ocorrerá nesta quarta, no duelo entre o Tricolor com o Cruzeiro. inclusive, o dirigente comentou sobre a recusa do técnico em assumir o time de guerreiros logo após a saída de Fernando Diniz. Confira as declarações:

Recusa após a saída do Fernando Diniz

Celso Barros: Ele teve seu tempo no Fluminense, ganhamos um campeonato brasileiro com ele em 2012. É uma pessoa que tem uma história no clube, mas seguiu o caminho dele, é um profissional. Porém, estranhamos naquele momento a história de que não pega trabalho no meio, entretanto, acabou pegando um faltando três meses. Sendo assim, causou um certo desconforto para a gente. Mas é opção dele, de família também… Tudo certo. Ele seguiu o caminho e nós estamos seguindo o nosso, mas buscaremos a vitória.

Nota publicada na coluna de Lauro Jardim, do “O Globo”

Celso Barros: Houve uma nota dizendo que ele não queria mais trabalhar comigo, ele, inclusive, desmentiu isso para mim.

Aval dado para efetivar o Marcão

Celso Barros: Claro! Nossas decisões tentam ser sempre consensuais. Como o regime é presidencialista, se não houver consenso, pode prevalecer a decisão do presidente. No caso do Marcão houve consenso. O próprio Mário, na coletiva, disse que foi uma decisão do futebol, que ele chancelou. Estive no CT, conversei bastante com Marcão e Angioni. Esperamos seguir nessa linha de vitórias. Marcão está com 100% de aproveitamento nesses dois jogos.

Clique aqui e veja a lista com as últimas notícias do Fluzão!



Por Explosão Tricolor / Fonte: GloboEsporte.com

E-mail para contato: explosao.tricolor@gmail.com 

PUBLICIDADE