Em entrevista, membro de grupo da reforma de Laranjeiras desabafa: “Já estamos é perdendo as esperanças”






Membro do grupo Laranjeiras XXI desabafou sobre suposto descaso da diretoria

Em entrevista concedida ao jornal “O Globo”, Ricardo Lafayette, que é membro do grupo Laranjeiras XXI, desabafou sobre um suposto descaso da diretoria tricolor relacionado ao projeto de revitalização do Estádio de Laranjeiras.

Segundo Lafayette, desde que ocorreu a última reunião, no final de novembro, não houve mais nenhum avanço. Vale ressaltar que o presidente Mário Bittencourt criou uma comissão interna para representar o clube nas tratativas com o grupo.

— Para você ter uma ideia, o grupo de whatsapp criado para trocarmos informações com a comissão está abandonado desde dezembro — disse o membro do grupo Laranjeiras XXI ao jornal “O Globo”.

Vencimento do termo de cooperação

Ainda de acordo com a reportagem, o termo de cooperação assinado entre o Fluminense e o Instituto Cidadania Tricolor (associação sem fins lucrativos criada para ser o braço jurídico do Laranjeiras XXI) venceu no final de 2019. Sendo assim, o grupo já não conta mais com a autorização do clube para captar apoiadores e negociar com empresas e órgãos públicos. As conversas para renovação do contrato chegaram a ser iniciadas. Mas não avançaram.

Lobby contra o projeto?

Além das tratativas terem estagnado, o grupo alega que conselheiros próximos ao presidente Mário Bittencourt andam realizando lobby contra o projeto, segundo aponta a reportagem do Globo. A justificativa usada é a de que investir na revitalização do Estádio de Laranjeiras neste momento pode prejudicar o Fluminense em seu objetivo de gerir o Maracanã ao lado do Flamengo de forma definitiva.

Diante de tantas indefinições, Ricardo Lafayette tem usado suas redes sociais para mostrar que os jogos do Fluminense contra clubes pequenos no Campeonato Carioca registram públicos que poderiam ser abrigados no estádio da sede. Porém, os comentários andam irritando alguns dos conselheiros próximos ao presidente. O ambiente em torno do projeto passou a ser marcado por bate-boca.

— Agora dizem que somos politiqueiros, que queremos fazer pressão no presidente. Mas, em sete meses de gestão, só houve duas reuniões. Já estamos é perdendo as esperanças — disse Ricardo Lafayette.

Segundo o jornalista Rafael Oliveira, o Fluminense foi procurado para se posicionar sobre o assunto, mas até o fechamento da matéria publicada nesta terça, ainda não havia se manifestado.

O que o projeto prevê?

De acordo com o grupo Laranjeiras XXI, o projeto de reforma prevê resgatar padrões arquitetônicos originais do estádio. Durante a apresentação feita à imprensa, antes da última eleição presidencial, o grupo explicou que seria possível levar de 8 a 12 partidas do time principal do Fluminense com menor apelo de público, além dos jogos da equipe feminina e das divisões de base.

 

Clique aqui e veja a lista com as últimas notícias do Fluzão!



Por Explosão Tricolor / Fonte: O Globo

E-mail para contato: explosao.tricolor@gmail.com

PUBLICIDADE