Emoção, razão e algumas observações




Fred (Foto: Lucas Merçon / Fluminense F.C.)



Mais uma vez, a paciência e a fé da torcida tricolor foi testada. Contra o Independiente Santa Fe, o Fluminense não entrou em campo na etapa inicial. Ou melhor, os colombianos amarraram a equipe tricolor através de uma intensa marcação alta. Foi desesperador!

Sem saída de bola, e com marcação frouxa, o empate na primeira etapa foi lucro. E bota lucro nisso! Para piorar, os colombianos abriram o marcador no início do segundo tempo. Porém, nem deu tempo para lamentar, pois o Fred empatou logo depois. O gol de empate foi meio que um aviso divino para o Roger Machado tipo: “Vou te dar uma última chance para colocar o Fluminense no jogo, mas vai ter que tirar o Nenê”. Pois é, o Nenê foi merecidamente substituído. Na verdade, o veterano já deveria ter saído no intervalo. Além dele, Kayky, que foi muito bem nas raras vezes em que foi acionado, também saiu.

Entraram Cazares e Caio Paulista. E a dupla trouxe luz ao Fluminense, muita luz mesmo. O primeiro deu uma ajeitada básica no meio de campo. Já o segundo fez o jogo acelerar. O cenário mudou para melhor. Não à toa, o gol da virada surgiu através de um lançamento sensacional do Cazares para o Caio Paulista, que marcou um belíssimo gol. Jogada digna de muitos aplausos!

Sem conseguir imprimir a marcação alta da primeira etapa, o Santa Fe caiu de produção, mas não desistiu do jogo em nenhum momento, porém, foi o Fluminense que esteve próximo de marcar mais um.

No final, tudo deu certo, pois até o gol de empate do River Plate com o Junior Barranquilla deixou o Tricolor em situação bastante confortável. Para avançar às oitavas de final da Copa Libertadores da América, o time de guerreiros necessita apenas de um ponto em dois jogos. No entanto, dá para fechar a fase de grupos na primeira colocação, mas o Roger Machado precisa fazer a parte dele sem medo de ser feliz.

Vitória emocionante, virada gigantesca, mas que também serve para refletir sobre alguns aspectos já visando o restante da temporada. Com toda sinceridade, o atual Fluminense tem capacidade para render muito mais e, consequentemente, alcançar resultados ainda melhores.

Seguem algumas observações:

1 – Marcos Felipe segue fazendo a diferença. E muito!

2 – “Quem contratou o Egídio?” – Canhotinha de Ouro

3 – Luccas Claro está abaixo da média.

4 – E o biquinho do Nenê na hora da substituição? Fala sério, vovô teimoso!

5 – Não é de hoje que condeno esse esquema com três atacantes. Ainda mais com o Nenê no meio de campo e o Fred no comando do ataque. No questionável 4-3-3, só há espaço para um, que logicamente será o Fred.

6 – Luiz Henrique segue se sacrificando taticamente.

7 – Fred é o cara.

8 – Gabriel Teixeira segue pedindo passagem…

9 – Clique aqui e realize a sua inscrição no canal do Explosão Tricolor no YouTube!

10 – Siga-me no Twitter através do seguinte perfil: @ViniFLU18 

Forte abraço e ST!

Vinicius Toledo



PUBLICIDADE