Flu completou 20 jogos na temporada e nós analisamos os números




Amigos Tricolores,

O time do Fluminense completou vinte jogos em 2015. Foram os dois amistosos na Florida Cup, 17 pelo polêmico Estadual e um na estreia do Brasileirão. Há uma irregularidade numa equipe que ainda está em formação e começou uma temporada em turbulência, com a mudança de patrocinador, saída e entrada de vários jogadores, e ainda uma troca de treinador.

Foram muitas saídas importantes, a renovação de alguns craques, lançamento de vários jogadores da base no time profissional, retorno de jogadores emprestados e contratação de novos jogadores.

Muito normal, portanto, uma instabilidade técnica nas apresentações da equipe. Vamos aos números, e à análise dos mesmos.

Em vinte jogos tivemos 14 vitórias, um empate e 5 derrotas. Foram 35 gols pró e 24 gols contra. 71,67% de aproveitamento e um placar médio de  Flu 1,75 x 1,2 Adversário. Placar total do primeiro tempo: 15 x 9, e do segundo tempo: 20 x 15.

Foram aproveitados na temporada até agora 34 jogadores.

Os números começaram prejudicados pela infeliz (previsível!) participação na Florida Cup, quando jogamos contra dois times alemães em meio de temporada, quando o Fluminense tinha apenas uma semana de treinamento de pré-temporada. Só ali foram duas derrotas, por 3 x 0 e 3 x 2, e a lanterna no torneio. E 11 substituições por jogo, ou seja, toda a equipe era trocada no intervalo, e o time do segundo tempo, reserva, mostrou pouca qualidade para sustentar o placar.

Os artilheiros da temporada são:

FRED – 11 gols

JEAN – 5 gols

GERSON – 4 gols

EDSON e KENEDY – 3 gols

VINICIUS – 2 gols

WALTER, GIOVANNI, ROBERT, LUCAS GOMES, WELLINGTON SILVA e WAGNER – 1 gol cada

Um gol contra a nosso favor.

Os 35 gols foram marcados principalmente de dentro da grande área, apenas três foram de fora: Walter, contra o Colonia, Gerson e Kenedy, contra o Bonsucesso e Vinicius, contra o Joinville. Foram 7 de cabeça (4 de Fred, 2 de Edson e 1 de Jean). Três pênaltis convertidos (2 de Fred e 1 de Jean) e um sofrido (Vasco).

Ponto negativo: pouquíssimos gols de bolas paradas, nenhum de falta direta, três de pênalti. Detectamos aí uma grande carência no atual time tricolor. E sérios problemas na lateral esquerda. A defesa também ainda não se firmou. O ataque depende muito de Fred.

Ponto positivo: muito mais do que as contratações, o ano mostra a evolução das joias de Xerém: Gerson sendo lançado com destaque e Marlon e Kenedy se firmando, além de Robert.

Goleiros vazados:

Diego Cavalieri – 20 gols em 20 jogos

Klever – 2 gols em 1 jogo (um tempo de 45)

Júlio César – 2 gols em 1 jogo (um tempo de 45)

No aspecto disciplinar foram 43 cartões amarelos e duas expulsões, de Rafinha e Fred, esta completamente injusta. Relação dos amarelados:

Na Florida Cup: Marlone, Edson e Lucas Gomes

No Estadual:

Edson – 7

Fred – 4

Henrique, Wagner, Vinicius, Wellington Silva e Kenedy – 3

Victor Oliveira, Giovanni e Jean – 2

Marlon, Gum, Guilherme Santos, Robert e Luiz Fernando e Gerson – 1

No Brasileirão:

Wagner e Vinicius – 1

Das novas contratações parece que Pierre, Antonio Carlos e Magno Alves podem somar e ser boas opções.

Cristóvão Borges dirigiu o time em 13 jogos e Ricardo Drubscky em 7.

Vamos torcer por uma arrancada neste início de Brasileirão, e uma boa campanha na Copa do Brasil, onde estrearemos nas oitavas, direito conquistado no Brasileirão do ano passado.

Porque O IMPORTANTE É O SEGUINTE: SÓ DÁ NENSE!!!

Por PAULONENSE

16974988039_c42b150d6e_z
Goleador do Estadual, Fred já dispara na artilharia do Fluminense na temporada.

 

 

PUBLICIDADE