Gols, liderança e idolatria marcam início de ano de Fred




Sorriso no rosto e um movimento com o braço direito de baixo para cima que reflete bem o momento que vive. Fred começa 2015 em alta, assim como terminou 2014, quando foi artilheiro do Brasileirão com 18 gols. Na nova temporada, são quatro em três partidas do Campeonato Carioca. Já é o goleador da competição. O camisa 9 mostra evolução física e técnica a cada jogo e ganha confiança para conduzir o Fluminense.

ARTILHARIA DO MARACANÃ

– Estou feliz por isso. É um motivo de orgulho, um dos estádios mais importantes do mundo. Considero a minha casa. A torcida tricolor aqui se considera em casa. É uma marca especial para mim – admitiu.

RESPONSABILIDADE ASSUMIDA

– Não sei se dá para ter mais cobrança em cima dele do que já tem. Mesmo quando estavam os outros (Conca e Cícero), qualquer coisa é sobre ele. Nossa sorte é que é experiente, suporta todo esse tipo de pressão, questionamentos e tudo. Ele lida bem com isso e para nós é muito bom. Não afeta o rendimento dele e ele responde de forma satisfatória. Sobre liderança, não sei se altera. Continua do mesmo jeito. Independentemente de aumentar a pressão, para nós importante é que ele vai saber lidar bem com isso. Não vai alterar a performance dele. Estamos tranquilos – disse o técnico Cristóvão Borges, depois do jogo contra o Bangu.

PROGRAMAÇÃO PLANEJADA E PÉS NO CHÃO

– Está sendo especial, está tudo saindo conforme o programado por mim e pela comissão técnica. Há mais de três anos que nas minhas férias eu treinava para voltar já preparado. O ano passado foi um pouco desgastante, fiz três pré-temporadas. Um na Seleção e uma no Fluminense. Fiz uma nas minhas férias também. Foi puxado mentalmente também. Por isso que está sendo maravilhoso para mim. Não joguei nos Estados Unidos (Torneio da Flórida), mas nos jogos valendo três pontos as coisas estão evoluindo bem. Sei que está bom, mas podemos melhorar. É o que vamos procurar fazer. Ano passado nós sofremos sem título, esse ano vamos fazer tudo para poder conquistar alguma coisa. Sabemos que é um ano complicado por conta das circunstâncias, mas nós temos condição de melhorar a cada partida, a cada competição. As três vitórias não nos colocam como favoritos, mas vamos manter os pés no chão para melhorar e buscar evolução em busca do título.

Por Explosão Tricolor / GloboEsporte.com / Foto: Cleber Mendes/ LANCE!Press

PUBLICIDADE