Hudson cobra valor milionário do Fluminense na Justiça




Foto: Reprodução / FluTV



Ex-jogador cobra quase R$ 1,5 milhão do Fluminense

O ex-volante Hudson entrou na Justiça contra o Fluminense. Atleta tricolor nas temporadas 2020 e 2021, ele anunciou a aposentadoria no início da atual temporada após deixar o Tricolor e cobra uma quantia de quase R$ 1,5 milhão pedindo o reconhecimento de acidente de trabalho. A audiência do caso está marcada para maio de 2023.

Hudson rompeu o ligamento cruzado anterior do joelho direito em maio do ano passado, foi operado e perdeu o restante da temporada. O contrato se encerrava em dezembro, mas o Fluminense renovou por mais um mês até que o agora ex-jogador estivesse totalmente recuperado e pudesse seguir a sua carreira em outro clube.

Na petição, Hudson requer o reconhecimento do acidente de trabalho e consequente pagamento dos salários durante o período estabilitário de 12 meses a contar de 30/01/2022 (término do seu contrato), além da continuidade da relação existente e a consequente nulidade do fim de seu último contrato com o Fluminense.

Confira abaixo os valores da ação:

Salários de período estabilitário por 12 meses a contar de janeiro de 2022: R$ 1.150.000,00

FGTS durante o mesmo período: R$ 92 mil

Honorários de 15%: R$ 186.300,00

Valor total da causa: R$ 1.428.300,00

Clique aqui e veja a lista com as últimas notícias do Fluzão!



Por Explosão Tricolor

E-mail para contato: explosao.tricolor@gmail.com

PUBLICIDADE